A expectativa para a votação sobre rótulos de alimentos na Anvisa

A Anvisa vota no próximo dia 6 a nova proposta de rótulos de alimentos — que sugere uma rotulagem nutricional frontal de advertência e desde 2014 tem sido acompanhada de perto por grupos de defesa do consumidor e pela indústria.

Na agência, o projeto já passou por consulta pública e análise de técnicos e aguarda apenas este parecer final da agência reguladora para ser implementado.

A votação tem sido alvo de cancelamentos e reagendamentos por parte da agência. Dos cinco diretores colegiados da Anvisa que decidirão sobre a nova proposta de rótulos de alimentos, três são substitutos e encerram seus trabalhos no dia 7 de outubro, data subsequente à reunião.

Entidades como o Idec alertam para o fato de que se o encontro for novamente adiado, a decisão ficará suspensa até o órgão determinar os novos nomes para os diretores que se afastaram, sem prazo estipulado para que assumam os postos vagos. O instituto capitaneia o projeto para a aplicação de triângulos de advertência sobre o excesso de nutrientes críticos à saúde sobre as embalagens.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...