Covid-19: Brasil tem menor média móvel de mortes desde maio

O Brasil atingiu neste domingo, 11, a menor taxa de mortes pela Covid-19 desde o dia 10 de maio. A média móvel – indicador que leva em conta a média de registros dos últimos sete dias – ficou em 590,9, pouco superior aos 582,7 óbitos registrados há mais de quatro meses.

Com a média móvel, calculada por VEJA, é possível anular as variações diárias do registro feito pelos órgãos públicos de saúde. A conta é feita a partir da soma do número de casos e mortes nos últimos sete dias com o total dividido por sete, chegando assim à um número comum a todo o período avaliado.

Nas últimas duas semanas, os registros diários de óbitos — seguindo a lógica do cálculo — variavam entre números próximos a 700. Nestes últimos sete dias, a queda se deu dentro da casa dos 650 registros, para reduzir até o patamar atingido hoje.

Em relação aos casos confirmados, a média móvel é de 25.670,4 novos diagnósticos positivos, próximo ao que vem sendo registrado há duas semanas, em 25 de setembro. Confira abaixo os mapas com o cálculo das médias diárias:

 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...