Conheça as entregas just in time na construção civil com Josué Eraldo da Silva

Segundo o Diretor da construtora Jacitara, o empresário Josué Eraldo da Silva, o “just in time” que é mais conhecido como “Mapeamento de Fluxo de Valor”, realiza um processo de ligação com todas as informações de todos os recursos necessários para realizar a obra, como a mão de obra, os materiais e as ferramentas, e otimizar todos eles conjuntamente.

Para Josué Eraldo da Silva, esses processos garantem uma obra mais ágil, em que o transporte e uso de materiais é feito apenas onde é realmente necessário. A adoção do just in time não é uma tarefa simples, pois depende de muitos fatores, como a localização da obra, a disponibilidade dos fornecedores locais e os sistemas construtivos que estão sendo executados.

Podendo gerar assim a melhoria de procedimentos. De acordo com Josué Eraldo da Silva, atividades e procedimentos que são feitos da maneira errada podem gerar um gasto maior de materiais do que o previsto no planejamento. Por isso, supervisione os processos e busque por melhorias na execução das tarefas, como empilhar os tijolos para que não aconteçam quebras por mau armazenamento.

A tecnologia pode otimizar a utilização de recursos isso porque o uso da tecnologia na construção de imóveis tem ajudado muitos setores, desde a parte de elaboração de projetos, produção dos orçamentos e quantitativos, até a parte da execução.

Em um canteiro de obras, é necessário ter total controle sobre as atividades exercidas e sobre os insumos que entram e saem, podendo estabelecer uma noção maior sobre a redução do desperdício de material na construção civil.

Configurando na importância de contar com softwares de gestão que auxiliem no controle da quantidade de materiais e no andamento da obra. Dessa forma, você poderá saber se há alguma frente de serviço atrasada ou que está consumindo mais insumos do que deveria.

Há processos como projetos 3D em que é possível ter noção sobre o gerenciamento da obra e que acaba por gerar uma grande redução de custos com desperdícios, isso porque há sempre erros incubados e mal visualizados na maioria dos casos.

Por isso, esse recurso possibilita um acompanhamento detalhado de todas as fases da construção. Os resíduos descartados de forma incorreta podem acarretar em grandes problemas ambientais. Sendo assim, é importante contar com uma boa administração e gestão da obra, controlando o desperdício de material na construção civil e a qualidade dos serviços no canteiro.

É essencial optar por tecnologias que  tornem os trabalhos de monitoramento e supervisão mais simples de manuseio, para que seja possível proporcionar uma obra de qualidade e eficiente e que conte com a otimização de tempo e de desperdícios oferecendo obras no prazo estipulado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas notícias

Barroso no Manhattan Connection: de tirar o boné (por Vitor Hugo Soares)

De tirar o boné a entrevista do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, na nova fase do programa Manhattan Connection, agora na...

Senador Flávio Bolsonaro se diz alvo de uma nova conspiração

Como o presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) se diz vítima de uma conspiração. A queixa da vez do Zero Um é...

Insanidade e falta de lucidez (por Cristovam Buarque)

Esta semana comprovou que o presidente não é sano e que a oposição não é lúcida. Em um gesto irresponsável, de voluntarismo e capricho infantil,...

Saúde em primeiro lugar

Primeiro a saúde ou primeiro a economia? – perguntou este blog no Twitter. Respostas de 4.220 leitores:  A saúde – 90,5% A economia – 9,5% Continua após a publicidade

Compra de mansão por Flávio Bolsonaro vira um negócio tarja preta

Pode ser considerado sério, muito menos transparente, um negócio de R$ 6 milhões registrado em cartório em que 18 trechos estão cobertos com tarjas...