Letalidade policial diminui desde junho em SP

Ainda é cedo para estabelecer uma relação de causa e efeito entre a pandemia e a letalidade policial. É possível que o isolamento social tenha reduzido o número de ocorrências – e, portanto, o volume de mortes cometidas por policiais militares. Só um estudo mais detido poderá chegar a tais conclusões, mas os primeiros indícios podem ser obtidas a partir dos dados da segurança pública paulista.

A quantidade de mortes em confronto com policiais militares em serviço vem caindo desde o mês de junho no Estado de São Paulo na comparação entre este ano e 2019. Considerando-se os meses de junho, julho, agosto e setembro, a redução é de 20,09%. Foram registradas 171 mortes, contra 214 no mesmo período do ano passado.

O resultado alcançado no mês de setembro de 2020 é o menor obtido desde julho de 2016. No mês passado foram registradas 36 mortes resultado de intervenção policial. É um número muito diferente de abril, quando foram 102 óbitos.

A PM atribui a redução a um conjunto de iniciativas, como a criação de uma comissão para aperfeiçoar os procedimentos, compra de novos equipamentos e compliance.

Continua após a publicidade

spot_img

Ultimas notícias

Renan da Mata comenta sobre sua vida política no Podcast com Jair

Renan da Mata iniciou sua carreira como assessor do ex-deputado federal paranaense Hidekazu Takayama do PSC e, atualmente, tem como foco sua pré-candidatura para...

Brasil chega a 47 casos suspeitos de ‘hepatite misteriosa’ entre crianças

Os órgãos de saúde do Brasil investigam 47 casos suspeitos da chamada hepatite misteriosa. O cenário ainda é de incerteza e a comunidade científica...

Equívoco de Lula

No afã de defender seu candidato a vice, Lula cometeu um grave equívoco. O ex-presidente afirmou em alto e bom som que o ex-tucano...

Escola na Flórida sorteia fuzis, munições e pistolas entre alunos e professores

Uma semana após o tiroteio em uma escola primária no Texas, que causou a morte de 20 crianças e professores, um colégio da Flórida,...

Brasil perde 7,8 mil piscinas olímpicas de água por dia nos sistemas de distribuição

A quantidade da água tratada perdida nos sistemas de distribuição no Brasil representa um volume equivalente a 7,8 mil piscinas olímpicas desperdiçadas diariamente. O...