Com caixa gordo e de olho em 2022, Cláudio Castro afaga Baixada Fluminense

O governador do Rio, Cláudio Castro, já capitaliza politicamente os recursos advindos da concessão dos serviços da Cedae, a companhia de água e esgoto do Estado. 

Castro joga conforme manda o manual para se cacifar politicamente à reeleição no ano que vem. 

Na semana que passou, ele cortejou Washington Reis, prefeito de Duque de Caxias, maior cidade da Baixada e o terceiro maior colégio eleitoral do Rio. 

Castro inaugurou um campo de futebol na presença de ex-jogadores, asfaltou vias e deu um cheque gordo de 38 milhões de reais para obras no hospital local. 

A Baixada é tida como fiel da balança da eleição majoritária no Rio no ano que vem.

Aliados do governador vão insistir que os recursos repassados na semana passada para Caxias não eram provenientes propriamente da concessão da Cedae, já que os valores da venda só caíram na conta do governo no final da semana. 

O fato é que se não houvesse essa injeção bilionária no caixa do governo, a generosidade de Castro seria mais modesta.

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...