Dólar tem maior alta desde junho de 2020 em dia de caos no mercado

Os investidores correram para o dólar. Os analistas não veem boas perspectivas para a bolsa brasileira, que deixou de ser um bom negócio neste momento. Nesta quarta-feira, 8, a moeda americana fechou em forte alta de 2,89%, cotada a 5,325 reais, a maior alta desde junho de 2020. “É chato ver isso acontecer, mas não é um espanto. Vai ser preciso ter sangue frio para enfrentar os próximos dias, que prometem ser de muita volatilidade. Não vejo essa crise solucionada no curto prazo”, diz Alexandre Espirito Santo, economista-chefe da Órama Investimentos. Ainda em reflexo da grave crise institucional que assola o país, os juros futuros de longo prazo também dispararam. Os contratos de 2025 (DI1F2025) ultrapassaram a barreira dos dois dígitos, fechando o dia a 10,04%. Os juros futuros de 2031 passaram dos 11%.

+ Mercado se dá conta do fim da agenda do governo e bolsa derrete

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...