Funasa vai passar por reestruturação; meta é economizar R$ 42 milhões

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) vai passar por um processo de reestruturação que inclui a devolução do prédio onde atualmente funciona a sede do órgão, em Brasília, alugado pelo valor de R$ 1,1 milhão ao mês. O plano é retornar à antiga sede própria, localizada no Setor de Autarquias Sul da capital federal, além de revisar contratos em todas as áreas. A meta, de acordo com o presidente Ronaldo Nogueira, é economizar, até o final de 2019, R$ 42 milhões.

Em entrevista à Rádio Nacional, Nogueira explicou que foi feito um diagnóstico da situação estrutural da Funasa, que hoje tem aproximadamente 2,4 mil servidores ativos e 11,7 mil inativos. Segundo ele, do orçamento total do órgão, de R$ 3,1 bilhões, cerca de R$ 2,9 bilhões vão para a folha de pagamento, além de despesas de custeio e manutenção da estrutura que giram em torno de R$ 1 bilhão. “Precisamos tomar algumas medidas no que diz respeito à reestruturação”, disse.

Nogueira garantiu já ter determinado que todas as áreas façam estudos e que apenas contratos que estejam “ancorados” no objetivo final da Funasa, que inclui a prestação de serviços em áreas como saneamento básico e resíduos sólidos, sejam mantidos. “O Brasil precisa cumprir metas mundiais. É o quarto país do mundo que mais produz lixo e não há um programa adequado e articulado entre os entes federados – União, estados e municípios – que dê um tratamento e uma destinação adequada para o lixo”, disse.

Dados da própria fundação apontam que, atualmente, cerca de 70% dos municípios brasileiros não têm serviço adequado de esgoto. Os números mostram ainda que o país produz, por ano, uma média de 11 milhões de toneladas de lixo sendo que, desse total, apenas 1,4% tem políticas de coleta seletiva e destinação adequada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas notícias

O Brasil dança à beira do precipício

Felizmente, não deu certo. Mas Arthur Lira tentou aprovar, de roldão, a PEC da Impunidade — e chegou perto de conseguir. Mas o assunto não está...

ONU vê envolvimento de Putin em envenenamento de opositor

A Organização das Nações Unidas indicou que as provas encontradas no envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, apontam para um provável envolvimento...

“A democracia brasileira está sob ataque”, diz Fachin na OAB

O ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que “a democracia brasileira está sob ataque”. “Se vamos tratar...

Guedes e os idos de março

Na tragédia Julio Cesar, William Shakespeare descreve as intrigas, ambições e disputas de poder que cercam o general romano e o Senado em 44...

O que Bolsonaro quer

O Brasil se tornou um dos piores países do mundo para se estar durante a pandemia do coronavírus. Não apenas a mortalidade per capita...