TCU sugere que Receita Federal apure pagamento de taxas por armadores

O Tribunal de Contas da União (TCU) encaminhou à Receita Federal os autos de um processo que pode resultar em cobranças bilionárias para armadores estrangeiros que atuam no Brasil. O processo apura a omissão da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) na fiscalização da cobrança da Taxa de Movimentação no Terminal (THC).

A taxa é uma cobrança do terminal ao armador pelo serviço de movimentação de cargas até o seu embarque no navio ou até a sua armazenagem, no caso de desembarque. Segundo resolução da Antaq, o armador pode cobrar a THC do exportador ou importador apenas a título de ressarcimento.

“Julgo imprescindível que a Antaq adote procedimentos visando atestar e assegurar que as empresas de navegação estrangeiras que atendem aos portos brasileiros estão respeitando os direitos dos demais agentes setoriais, em especial dos usuários. A escolha desses procedimentos deverá ser feita pelo ente regulador, de forma devidamente motivada, no exercício de sua competência discricionária”, disse o ministro Benjamin Zymler, relator do caso.

Representante dos embarcadores, André de Seixas, presidente da Logística Brasil, aponta que os armadores vêm obtendo receita aplicando sobrepreço no repasse feito ao dono da carga, sem emitir nota fiscal para recolher os tributos.

Em julho, no Rio de Janeiro, a agência marítima da armadora francesa CMA CGM, controladora da Mercosul Line (empresa de cabotagem), foi condenada pela Secretaria municipal de Fazenda a pagar 2.691.945,37 de reais por sonegação de ISS que deveria incidir sobre a THC. O valor histórico apurado é de 1.416.813,35 de reais somando-se 90% em multas referentes ao período de janeiro de 2012 a junho de 2016.

O presidente da Logística Brasil calcula que a sonegação dos armadores chegue a 30 milhões de reais no Rio. Em Santos, diz, o valor a recuperar pelo município seria ainda maior, podendo alcançar mais de 200 milhões de reais. Isso sem contar os impostos federais que agora podem ser alvo de auditoria da Receita. Se forem apurados todos os portos do Brasil, a entidade estima que os tributos devidos somem mais de 1 bilhão de reais.

Continua após a publicidade

spot_img

Ultimas notícias

Renan da Mata comenta sobre sua vida política no Podcast com Jair

Renan da Mata iniciou sua carreira como assessor do ex-deputado federal paranaense Hidekazu Takayama do PSC e, atualmente, tem como foco sua pré-candidatura para...

Brasil chega a 47 casos suspeitos de ‘hepatite misteriosa’ entre crianças

Os órgãos de saúde do Brasil investigam 47 casos suspeitos da chamada hepatite misteriosa. O cenário ainda é de incerteza e a comunidade científica...

Equívoco de Lula

No afã de defender seu candidato a vice, Lula cometeu um grave equívoco. O ex-presidente afirmou em alto e bom som que o ex-tucano...

Escola na Flórida sorteia fuzis, munições e pistolas entre alunos e professores

Uma semana após o tiroteio em uma escola primária no Texas, que causou a morte de 20 crianças e professores, um colégio da Flórida,...

Brasil perde 7,8 mil piscinas olímpicas de água por dia nos sistemas de distribuição

A quantidade da água tratada perdida nos sistemas de distribuição no Brasil representa um volume equivalente a 7,8 mil piscinas olímpicas desperdiçadas diariamente. O...