Ataque a tiros em casas de massagens deixa 8 mortos nos EUA

Um ataque a tiros em três casas de massagens em Atlanta, no estado da Geórgia, Estados Unidos, deixou oito mortos na noite desta terça-feira 16. Segundo as autoridades locais, ao menos seis das vítimas são mulheres de nacionalidade asiática que trabalhavam no local.

Robert Aaron Long, de 21 anos, foi detido no condado de Crisp e acusado de ser o autor dos disparos nos três locais. A polícia ainda investiga as razões por trás do ataque, mas há suspeitas de que o homem tinha motivações raciais.

Os tiros começaram por volta das 17h (horário local), quando o suspeito abriu fogo e matou quatro pessoas em uma casa de massagens chamada Young’s Asian Massage Parlour. Duas pessoas já estavam mortas quando a polícia chegou e outras duas chegaram a ser socorridas com vida, mas não resistiram.

Pouco depois, tiros em outras duas casas de massagem, que ficam em frente uma da outra, deixaram mais quatro mortos. Os dois crimes aconteceram a cerca de 50 quilômetros de distância. Robert Aaron Long foi encontrado ao sul de Atlanta horas após uma caçada policial.

A Embaixada da Coreia do Sul confirmou que pelo menos quatro das vítimas eram de nacionalidade sul-coreana.

Em entrevista a rede de televisão WXIA-TV, o chefe de polícia de Atlanta, Rodney Bryant, disse que é cedo para especular possíveis motivos para os ataques. Ele foi questionado se o ato pode ter relação com a onda nacional de crimes de ódio anti-asiáticos, mas não respondeu. “Estamos nos estágios iniciais, então não podemos fazer essa determinação ainda”, disse.

Segundo a coalização nacional Stop AAPI Hate, somente em 2020 aconteceram 2.800 incidentes de ódio contra a população asiática nos Estados Unidos.

Leia também:

  • 392 milhões de doses de vacinas para Covid-19 já foram administradas. 
  • Queiroga defende vacina e máscara, enaltece o SUS e a ciência e pede união.
  • Missão de Queiroga é resgatar Bolsonaro do negacionismo, dizem auxiliares.
  • O ‘legado’ de Pazuello é o principal desafio do novo ministro da Saúde.
Continua após a publicidade

Ultimas notícias

TCU pede que Lewandowski reveja decisão que beneficiou Joesley e JBS

O Tribunal de Contas da União (TCU) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski que reconsidere duas decisões tomadas por ele...

Centrão ou Guedes: meta de Bolsonaro é não escolher entre um dos lados

Acossado pela pandemia de Covid-19, a crise econômica e a queda de popularidade, o presidente Jair Bolsonaro terá de arbitrar uma disputa entre dois...

A recidiva

Editorial de O Estado de S. Paulo (17/4/2021) O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 8 votos a 3, anular as condenações impostas ao ex-presidente...

Secretaria de Saúde de São Paulo acusa parlamentares de invadirem hospital

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo afirmou, em publicação nas redes sociais, que o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e os deputados...

Não basta a China (por Cristovam Buarque)

No excelente livro “Brasil, construtor de ruínas: Um olhar sobre o país, de Lula a Bolsonaro” a jornalista escritora Eliane Blum escreveu que: “Como...