Bolívia realiza primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo

Juntos há dez anos, David Aruquipa e Guido Montaño se tornaram o primeiro casal homoafetivo da Bolívia a terem a união reconhecida legalmente. O registro civil de “união livre” foi feito em um cartório de La Paz na sexta-feira, 18. 

A união foi possível depois que a Justiça boliviana determinou, na semana passada, o reconhecimento de uniões de casais do mesmo sexo. “Hoje, David Aruquipa e Guido Montaño fizeram seu registro de união livre nas dependências da Direção Departamental do Serviço de Registro Cívico de La Paz”, informou o Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) no Twitter. 

 

Com a decisão do Judiciário, a Bolívia se tornou o sexto país da América Latina a permitir que uniões homoafetivas sejam formalizadas — colocando-se ao lado de Argentina, Equador, Brasil, Colômbia e Uruguai. 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Bolsonaro edita MP que libera R$ 2,8 bilhões para combate à Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira, 24, Medida Provisória (MP) que libera crédito de R$ 2,8 bilhões para o Ministério da Saúde. Os...

Senado aprova projeto que facilita compra de vacinas por setor privado

O Senado aprovou nesta quarta-feira, 24, projeto de lei (PL) que cria regras para a compra de vacinas contra Covid-19 por empresas privadas. De...

Bolsonaro sanciona lei que dá autonomia ao Banco Central

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira, 24, a lei que determina a autonomia do Banco Central. A matéria foi aprovada na Câmara no...

Internada após ingerir remédios, Flordelis recebe alta hospitalar no Rio 

A deputada federal Flordelis dos Santos (PSD-RJ), ré pelo assassinato do marido Anderson do Carmo, foi internada na noite de terça-feira, 23, no centro...

A revolta de Bolsonaro com a imprensa que não lhe diz amém

Nada a estranhar quando Jair Bolsonaro, em visita ao Acre onde 10 cidades estão debaixo de água, encerrou abruptamente uma entrevista à imprensa ao...