EUA proíbem download do TikTok no país a partir de domingo

Os Estados Unidos passarão a restringir o acesso aos aplicativos TikTok e WeChat a partir de domingo, anunciou nesta sexta-feira, 19, o Departamento de Comércio americano. Segundo a pasta, todos os downloads dos dois programas estão proibidos no país e lojas de aplicativos não poderão mais exibi-los em seus catálogos.

Além disso, o governo ainda proibiu o tráfego de internet ao WeChat a partir do domingo. O mesmo valerá para o TikTok a partir de 12 de novembro. Segundo o Departamento de Comércio, novas restrições contra outros aplicativos podem ser anunciadas em breve.

“O Partido Comunista da China mostrou que tem os meios e a intenção de usar esses aplicativos para ameaçar a segurança nacional, a política externa e a economia dos Estados Unidos”, disse o departamento americano em um comunicado. A mensagem diz ainda que, embora as ameaças dos dois aplicativos sejam diferentes, elas guardam semelhanças que criam “riscos inaceitáveis” para a segurança nacional.

Em um outro decreto do início de agosto, o presidente Donald Trump lançou um ultimato até meados de novembro para que o ByteDance, grupo responsável pelo TikTok, venda os seus bens nos Estados Unidos para uma empresa americana.

A empresa fechou um acordo com a Oracle, e os investidores da gigante americana devem assumir a participação majoritária do app no país. O pacto ainda precisa ser aprovado pelo governo chinês.

Leia esta semana em VEJA: os desafios da retomada das aulas nas escolas brasileiras. E mais: Queiroz vai assumir toda a responsabilidade por ‘rachadinha’VEJA/VEJA

Em meio às crescentes tensões diplomáticas e comerciais entre os governo americano e a China, Trump acusa há meses os aplicativos chineses de desviar dados de usuários americanos para o governo central. Além do TikTok e do WeChat, outros produtos tecnológicos chineses, como o serviço 5G da Huawei, também são alvo de campanhas de sanções americanas.

Ainda é incerto sobre o quão afetados serão os 100 milhões de usuários do TikTok nos Estados Unidos que já baixaram o app. Com foco em vídeos curtos e interação entre usuários, o aplicativo é usado principalmente por jovens.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Desembargador do TRF1 revoga prisão domiciliar de Eduardo Cunha

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), sediado em Brasília, revogou nesta quinta-feira, 6, a prisão domiciliar do ex-presidente...

Visita de Onyx a Pazuello é considerada um erro no Planalto

A notícia de que o general Eduardo Pazuello recebeu o ministro Onyx Lorenzoni nesta quinta-feira — revelada pelo Estadão dois dias depois de o...

Lewandoski rejeita suspender julgamento do governador de SC

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, rejeitou nesta quinta-feira o pedido de um deputado estadual de Santa Catarina para suspender o julgamento do impeachment...

Queiroga pisa em ovos

Do depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na CPI da Pandemia, emergiu a evidência de que ele não tem autonomia para tomar decisões...

Assessor de Bolsonaro critica STF e diz estar pronto para ‘guerra’

Praticamente inseparável de Jair Bolsonaro, o assessor especial do presidente Max Guilherme Machado de Moura fez nesta quinta-feira um ataque direto aos ministros do...