EUA suspendem retaliação a seis países por ‘tarifa digital’

O presidente dos EUA, Joe Biden, deu uma trégua na guerra contra a cobrança internacional de impostos das big techs americanas. A um só tempo, a Casa Branca anunciou nesta quarta-feira, 2, a taxação de seis países que implantaram as chamadas “tarifas digitais” ou “web taxes” e sua suspensão por 180 dias. Os alvos da retaliação são Áustria, Índia, Itália, Espanha, Turquia e Reino Unido.

O governo americano justificou a “trégua” como uma forma de ganhar tempo para atingir um acordo internacional sobre o tema na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). As ameaças de impor uma taxa surgiram em dezembro do ano passado, ainda no governo de Donald Trump, em razão dos impostos dos europeus.

A OCDE respondeu que “acolhe favoravelmente a decisão” e considera que é o foro ideal para debater a questão. Em comunicado, a organização também criticou países que tomam medidas unilaterais, numa clara alusão à decisão de Trump. Desde que Biden assumiu a presidência dos EUA, o país voltou a adotar os organismos internacionais para resolução de conflitos, especialmente no caso de parceiros comerciais e políticos.

Ultimas notícias

Osmar Terra deve prestar depoimento na CPI da Covid nesta terça-feira

O ex-ministro da Cidadania e deputado Osmar Terra (MDB-RS) presta depoimento nesta terça-feira, 22, na CPI da Covid-19. Ele é apontado como um dos...

Barroso mostra auditoria de urnas a deputados da comissão do voto impresso

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, se reuniu nesta segunda-feira, 21, com deputados federais para apresentar o funcionamento do...

Mais candidato do que nunca, Lula avisa que rodará o país

Em live em comemoração aos 80 anos do vereador de São Paulo Eduardo Suplicy (PT), Lula mostrou que é mais candidato do que nunca...

Após novo ataque de Bolsonaro, Pacheco sai em defesa da imprensa

Depois de mais um rompante autoritário de Bolsonaro contra a imprensa, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM-RO), veio à público apresentar um contraponto...

Bolsonaro terá que explicar declarações sobre fraudes a urnas ao TSE

O corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, determinou nesta segunda prazo de 15 dias para que Bolsonaro e outras autoridades que...