Ex-presidente da França Giscard d’Estaing morre de complicação da Covid-19

O ex-presidente da França Valéry Giscard d’Estaing, de 94 anos, morreu nesta quarta-feira 2 de complicações da Covid-19. O político estava internado num hospital na cidade de Tours, na região oeste francesa, desde o início de novembro. Em setembro, ele já havia sido hospitalizado em Paris devido a uma infecção pulmonar. 

De orientação centro-direita, Giscard d’Estaing governou a França entre 1974 e 1981 e sucedeu George Pompidou. Era considerado seguidor do general Charles de Gaulle, responsável por liderar a resistência francesa ao nazismo.

Sua administração ficou marcada por avanços progressistas, como a legalização do aborto, a liberação do divórcio e a redução da idade mínima para votar de 21 para 18 anos. 

Também promoveu reformas liberalizantes na economia, dando os primeiros passos para a futura criação da União Europeia. Seu projeto de modernização incluiu pesados investimentos em infraestrutura, notadamente os trens de alta velocidade que hoje cortam a França de ponta a ponta.

Segundo comunicado da fundação que leva seu nome, o funeral será realizado “na mais estrita intimidade familiar”.

 

 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Senado vai desidratar PEC Emergencial, que não terá Plano Mansueto

Um dos pontos que mais recebeu crítica de senadores na PEC Emergencial foi o Plano Mansueto, que acaba com as vinculações constitucionais de receitas...

Mais um golaço do STF

No jogo pela vida, o Supremo Tribunal Federal (STF) marcou mais um golaço ao permitir a compra de vacinas contra o coronavírus por estados...

Troca na Petrobras não muda avaliação de Bolsonaro, diz XP/Ipespe

O recente imbróglio envolvendo a troca no comando da Petrobras pelo presidente Jair Bolsonaro parece não teve impacto na avaliação de seu governo. É...

‘Acabou a entrevista aí’, diz Bolsonaro ao ser questionado sobre Flávio

O presidente Jair Bolsonaro está visitando o Acre nesta quarta-feira, 24, após o estado ter sido afetado por enchentes que atingiram várias cidades e...

Queremos evitar que o estado vire um novo Amazonas, diz governador do Acre

Desde o início da semana, o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), diz que está enfrentando uma “terceira guerra mundial” no estado, com a...