Hackers invadem sistema da Microsoft e fazem 60 mil vítimas no mundo

Meses depois de um grupo de hackers russos invadir os computadores de agências federais e de 100 empresas norte-americanas, um novo ataque reacende o debate sobre segurança cibernética nos Estados Unidos. Ao todo, 60 mil pessoas ao redor do mundo que usam o e-mail da Microsoft tiveram seus dados roubados por hackers apoiados pelo governo chinês, segundo a empresa de tecnologia. A ofensiva em larga escala chamou a atenção de autoridades que alertam para o alto número de vítimas em pouco tempo. Em nota, a Casa Branca disse estar trabalhando para avaliar e lidar com a investida. “Esta é uma ameaça ainda ativa. Pedimos às operadoras de rede que a levem muito a sério”, diz o trecho.

Para os especialistas, os invasores estão trabalhando de forma cada vez mais e rápida e, ao que tudo indica, usando recursos para automatizar os ataques em poucos dias. Eles afirmam que, tanto o incidente chinês, que teria sido promovido pelo grupo Hafnium, quanto o mais antigo evidenciam a fragilidade dos sistemas computacionais e a sofisticação de hackers patrocinados para identificar vulnerabilidades ou realizar espionagem.

Procurado, o Ministério das Relações Exteriores da China informou, através de um porta-voz, que o país “se opõe firmemente e combate ataques cibernéticos e roubos cibernéticos” e afirmou que culpar uma nação específica era uma “questão política altamente sensível”.

Segundo a Microsoft, os clientes que usam o sistema de e-mail baseado na nuvem não foram afetados.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Chefe da Secom, Flávio Rocha comunica a ministros que deixará o cargo

Responsável pela Secom, o almirante Flávio Rocha, depois de seguidos problemas na Presidência, bateu o martelo. Vai deixar o órgão que herdou de Fabio...

Ameaçar é crime

Editorial de O Estado de S. Paulo (14/4/2021) O presidente Jair Bolsonaro gosta de falar de liberdade. Em seus discursos, coloca-se como uma espécie de...

Randolfe Rodrigues: ‘A CPI não vai investigar pessoas, mas os fatos’

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi o requerente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19, que irá investigar o combate à pandemia do...

PF produziu perícia para ajudar Moro e procuradores (por Márcio Chaer)

Um sargento morreu por causa da explosão de uma bomba dentro do automóvel em que estava e que arrebentou também grande parte da barriga...

Livro não é luxo

Por Vitor Tavares, Diego Drumond, Hubert Alquéres e Luciano Monteiro: Jorge Amado, um dos maiores escritores da literatura brasileira, estaria atônito com a intenção do...