Isolado, Reino Unido teme desabastecimento no Natal

Comerciantes do Reino Unido alertaram nesta segunda-feira 21 para o risco do país sofrer desabastecimento antes do Natal.

Desde o último domingo 20, os britânicos estão praticamente isolados do restante do planeta, já que ao menos 30 países suspenderam as conexões devido a uma mutação do novo coronavírus.

No sul da Inglaterra, avisos alertam viajantes e motoristas de carga sobre o fechamento da fronteira com a França. O presidente francês Emmanuel Macron anunciou a suspensão das ligações terrestres, marítimas e aéreas com o país durante 48 horas.

A rede de supermercados Sainsbury’s advertiu que se a interrupção prosseguir, haverá falta de alimentos frescos como frutas cítricas, alface e couve-flor.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o primeiro-ministro Boris Johnson garantiu que os bloqueios “afetam apenas a carga transportada por humanos”. E que a maior parte dos contêineres viajam sozinhos de navio.  “Apenas 20% do total que vem ou vai para o continente europeu”, disse.

De acordo com Johnson, a maioria dos alimentos, remédios e outros suprimentos continuam a sair normalmente.

“Acabei de falar com o presidente Emmanuel Macron e queremos resolver esses problemas o mais rápido possível”, afirmou.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Charge do Amarildo

Humor

Doria sofre protesto contra fase vermelha e diz ter sido ameaçado de morte

O domingo do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não foi nada tranquilo. O tucano soltou logo pela manhã uma nota oficial afirmando...

Orçamento gambiarra (por Gustavo Krause)

Refiro-me ao Orçamento respeitosamente: A Magna Carta, primeiro documento escrito, 15/06/1215, limitou o poder absoluto do rei João. Foi uma luta entre opressores, o...

Bilhete com nomes de ministros foi gota d’água para ação contra Lava-Jato

Um bilhete apócrifo apreendido em julho de 2015 por policiais federais foi a gota d’água para o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ),...

A epidemia e a política (Por Fernando Henrique Cardoso)

Primeiro é bom ressaltar que a “crise” (usa-se tão amiúde o vocábulo que ele acaba por perder o significado) começou a se manifestar antes...