Itália impõe novo lockdown por coronavírus

O governo da Itália decretou nesta quinta-feira 5 o confinamento em quatro regiões para conter o avanço da Covid-19. Entre as regiões atingidas estão Lombardia, Piamonte, Calabria e Vale de Aosta. Essas regiões serão isoladas, com a proibição da entrada e saída de pessoas.

A circulação dentro delas também será restrita aos que precisam sair de casa para trabalhar, para realizar tratamentos de saúde ou em casos de emergência. Em todo o país, passa a vigorar toque de recolher entre 22h e 5h.

Além disso, negócios que não sejam essenciais, como bares, restaurantes, confeitarias e lojas, serão fechados. Já as escolas só serão abertas para alunos a partir dos 11 anos de idade – os demais deverão ter aulas online.

O novo confinamento ocorre em meio aos piores níveis de contaminação desde o início da pandemia. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Europa vive uma “explosão” de novos casos.

Em um único dia, foram confirmados novos 30.000 casos de Covid-19 e mais 352 mortes na Itália, o maior número de óbitos desde março. Ao todo, o país registrou quase 800.000 doentes e 40.000 mortos.

As restrições se estenderão ao menos até 4 de dezembro, dividindo o país em três zonas em função do risco de contágio.

Nas áreas de menor risco, como Lazio, Roma, Umbria, Marche, Toscana e Emilia Romagna, serão impostos os regulamentos gerais para todo o país, como o fechamento de bares e restaurante às 18h, além da suspensão do funcionamento de cinemas, teatros, piscinas, academias e também de museus e espaços recreativos.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O Brasil dança à beira do precipício

Felizmente, não deu certo. Mas Arthur Lira tentou aprovar, de roldão, a PEC da Impunidade — e chegou perto de conseguir. Mas o assunto não está...

ONU vê envolvimento de Putin em envenenamento de opositor

A Organização das Nações Unidas indicou que as provas encontradas no envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, apontam para um provável envolvimento...

“A democracia brasileira está sob ataque”, diz Fachin na OAB

O ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que “a democracia brasileira está sob ataque”. “Se vamos tratar...

Guedes e os idos de março

Na tragédia Julio Cesar, William Shakespeare descreve as intrigas, ambições e disputas de poder que cercam o general romano e o Senado em 44...

O que Bolsonaro quer

O Brasil se tornou um dos piores países do mundo para se estar durante a pandemia do coronavírus. Não apenas a mortalidade per capita...