Taiwan identifica variante brasileira da Covid-19 e impõe restrições

A partir da meia-noite da próxima quarta-feira, 24, qualquer pessoa que chegar a Taiwan vinda do Brasil ou que tenha estado no país nos últimos 14 dias terá que permanecer em quarentena em uma instalação centralizada por duas semanas. A decisão foi anunciada neste domingo, 20, pelo ministro da Saúde, Chen Shih-chung, depois que foram confirmados três casos da variante brasileira da Covid-19, conhecida como P.1 e identificada no Amazonas.

De acordo com o ministro, as três pessoas infectadas foram identificadas no mês passado e estão sendo tratadas em hospitais. Para evitar a propagação de novas cepas do novo coronavírus no país, além das restrições aos viajantes provenientes do Brasil, pessoas chegadas da Grã-Bretanha e da África do Sul também são obrigadas a ficar em quarentena em casa por 14 dias. Elas são acompanhadas de perto pelas autoridades para garantir que não haja desrespeito às determinações.

Ministro da Saúde de Taiwan, Chen Shih-chung, durante reunião em Taipei. 15/05/2020Walid Berrazeg/SOPA Images/Getty Images

A forma como Taiwan vem lidando com a propagação da Covid-19 é considerada um bom exemplo de enfrentamento à pandemia. Graças à prevenção precoce e medidas rigorosas, o que incluiu o fechamento de suas fronteiras, há hoje apenas cerca de 40 pessoas infectadas em tratamento nas unidades hospitalares do país.

A nova variante brasileira que preocupa Taiwan foi identificada inicialmente em Manaus. Até meados de fevereiro, segundo registros do Ministério da Saúde, o país já tinha 185 casos confirmados da P.1. Além de pessoas infectadas no Amazonas, há notificações no Pará, Roraima, São Paulo, Ceará, Paraíba, Piauí, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O Brasil dança à beira do precipício

Felizmente, não deu certo. Mas Arthur Lira tentou aprovar, de roldão, a PEC da Impunidade — e chegou perto de conseguir. Mas o assunto não está...

ONU vê envolvimento de Putin em envenenamento de opositor

A Organização das Nações Unidas indicou que as provas encontradas no envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, apontam para um provável envolvimento...

“A democracia brasileira está sob ataque”, diz Fachin na OAB

O ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que “a democracia brasileira está sob ataque”. “Se vamos tratar...

Guedes e os idos de março

Na tragédia Julio Cesar, William Shakespeare descreve as intrigas, ambições e disputas de poder que cercam o general romano e o Senado em 44...

O que Bolsonaro quer

O Brasil se tornou um dos piores países do mundo para se estar durante a pandemia do coronavírus. Não apenas a mortalidade per capita...