Tom Hanks apresentará programa de TV especial para a posse de Biden

O ator Tom Hanks apresentará um especial de TV de 90 minutos em horário nobre celebrando a posse de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos, com apresentações de Justin Timberlake, Jon Bon Jovi, Demi Lovato e Ant Clemons.

O programa foi idealizado pela Comissão de Inauguração Presidencial e vai substituir o formato mais tradicional da cerimônia de posse, mais reservado este ano por questões de saúde e segurança pública.

Demi Lovato expressou sua animação no Twitter. “Estou muito honrada em anunciar que irei me juntar a Joe Biden e Kamala Harris para o evento especial deles”, ela escreveu.

Clemons também mostrou seu entusiasmo: “Dizer que isso é um sonho que se tornou realidade, seria um eufemismo!”

Timberlake anunciou que ele e Clemons vão apresentar sua nova música “Better Days” na posse de Biden. “Essa música foi nossa maneira de fazer o pouco que podíamos para encorajar todos a permanecerem esperançosos e a trabalharem por um futuro melhor”, disse ele.

Continua após a publicidade

Em 2009, Aretha Franklin cantou na primeira gala da posse de Barack Obama. Bruce Springsteen, U2, Shakira e Stevie Wonder também foram convocados. Quatro anos depois, após ser reeleito, contou com Beyoncé para a execução do hino nacional.

Em 2017, Donald Trump, de quem grande parte da indústria do entretenimento não gosta, teve que se contentar com um artista relativamente desconhecido para cantar o hino em sua cerimônia de posse, após uma sucessão de recusas de músicos.

Biden pediu aos apoiadores que ficassem casa e assistissem o evento de longe. Seguindo as restrições ao tamanho da multidão para retardar a disseminação do vírus, atividades tradicionais como o desfile e os bailes inaugurais serão virtuais.

“Celebrando a América”, o programa que será transmitido ao vivo na quarta-feira, 20 de janeiro, em horário nobre, será transmitido na ABC, CBS, NBC, CNN e MSNBC, além do canal do YouTube da Comissão de Inauguração.

A transmissão também visa a homenagear os “heróis” da pandemia do coronavírus.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

As diferenças entre Bolsonaro e Boris Johnson no enfrentamento da pandemia

O que há em comum e o que separa Jair Bolsonaro de Boris Jonhson? Em comum, há o fato de o primeiro-ministro do Reino Unido...

A politica fiscal e o precipício

Nos próximos dias, o Congresso Nacional deve aprovar uma emenda constitucional que embasará o restabelecimento do auxílio emergencial. Nada mais justo, num momento de...

As dívidas do Detran do Rio com prestadores de serviços

As dívidas do Detran do Rio com prestadores de serviços já somam aproximadamente 70 milhões de reais. Há casos em que os atrasos de...

Lira e o pé esquerdo

Vitorioso no público interno, Arthur Lira como presidente da Câmara vem colecionando derrotas em decorrência da grita do público externo. É a sina de...

‘É preciso parar esse cara’

Editorial de O Estado de S. Paulo (2/3/2021) O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi enfático: “É preciso parar esse cara”, disse, em entrevista ao Estado, referindo-se...