Voluntário Rafael Libman comenta a importância de priorizar o ensino dos jovens

Todos nós ouvimos desde crianças que o estudo é capaz de mudar nossas vidas de forma radical, sendo um passo importante para quem deseja ter oportunidades melhores e sonhar mais longe. Como voluntário em um projeto que leva o ensino de idiomas para jovens carentes, Rafael Libman colabora com essas pessoas para que possam enxergar adiante.

O ensino no Brasil ainda tem muito a melhorar e a educação oferecida nas escolas públicas ainda não é suficiente para garantir que os jovens aprendam aquilo que é necessário para ingressarem em boas universidades e serem competitivos no mercado de trabalho.

Diante disso, o trabalho desenvolvido por projetos sociais e por voluntários como Rafael Libman, ajuda as crianças a sonharem com melhores oportunidades no futuro, podendo estarem preparadas para terem bons empregos, montar um negócio ou até mesmo seguirem carreira no exterior.

Em nosso país, o número de brasileiros bilíngues é bastante baixo, sendo cerca de apenas 3% da população fluente em inglês. Assim, quem consegue melhor se preparar as chances de expandir com certeza são bem maiores.

Como voluntário, Rafael Libman ensina inglês, e se sente muito grato por ajudar crianças e jovens que não possuem condições financeiras de pagarem cursos particulares a conseguir dominar um segundo idioma com confiança.

É importante sempre lembrar que os jovens fazem parte do futuro da nação e investir em educação é apostar em uma sociedade melhor, mais responsável e acima de tudo capacidade para encarar qualquer desafio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas notícias

Frase do dia

“Qual o interesse dos demagogos? Eles pensam: está todo mundo cansado de ficar em casa, vou dizer que pode sair, que pare com essa...

Charge do Amarildo

Humor

Fachin nega pedido de Edir Macedo para retomar ação contra Haddad

Não prosperou, ao menos por enquanto, a tentativa do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, de retomar um processo...

A imunidade, a impunidade e a bandidagem

Editorial de O Estado de S. Paulo (27/2/2021) Um Estado Democrático de Direito protege necessariamente os membros do Legislativo. Não há Congresso independente se os...

“Gato na Tuba” e Petrobras: CVM investiga (por Vitor Hugo Soares)

Eu me lembro da marchinha “Gato na Tuba” ao ler a notícia de que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu o segundo processo...