Agora, vai!

O governo montou uma força-tarefa para treinar o general Eduardo Pazuello e preparar a defesa contra a CPI da Covid.

Considerando-se o fenomenal track-record do governo em planejar e executar o que quer que seja, a insuperável qualidade dos integrantes da força-tarefa— general Luiz Eduardo Ramos, Onyx Lorenzoni, o ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, coronel Élcio Franco etc. —, e o espetacular desempenho de Pazuello no Senado em fevereiro passado, já se pode prever o quão retumbante será o sucesso da empreitada.

A força-tarefa começou preparando uma lista de 23 pontos que, acredita, serão levantados pela CPI. Em busca de argumentos para rebater tais pontos, a lista foi enviada a vários ministérios — dada a conhecida capacidade do governo de manter sigilo, já vazou.

É impossível rebater a maioria dos pontos constantes da lista, mas ela serve como excelente roteiro e ponto de partida para os senadores integrantes da CPI.

Depois da elaboração da lista, Bolsonaro vetou R$ 200 milhões que o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação pretendia destinar ao desenvolvimento da vacina “100% brasileira” que Bolsonaro anunciou com fanfarras.

A força-tarefa precisa incluir o veto à verba da vacina na lista.

É certo que o senador Randolfe Rodrigues, provável vice-presidente da CPI, já incluiu.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Presidente da Anvisa depõe na CPI da Pandemia nesta terça-feira

A CPI da Pandemia retoma o trabalho nesta terça-feira, 11, com o depoimento do presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra...

Sobre o “tratoraço” regimental

A reforma do regimento interno da Câmara dos Deputados, que pode ser votada esta semana, vem sendo chamada por seus críticos de “tratoraço”, em...

Queiroz mostra, mais uma vez, fidelidade ao presidente Bolsonaro

Denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como operador do esquema da rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) enquanto o filho...

“Acabou a mamata!”, proclamou Jair Bolsonaro

Resistente a compartilhar o poder, Lula aceitou um esquema em que empresas estatais, como a Petrobras, faziam compras desnecessárias e/ou superfaturadas e desviavam dinheiro...

Facebook envia à CPI vídeo apagado de reunião com gafes de Guedes e Ramos

O Facebook atendeu nesta segunda-feira a um requerimento do senador Randolfe Rodrigues e enviou à CPI da Pandemia no Senado um vídeo da reunião...