Alckmin e França lideram para governo de SP, seguidos por Haddad e Boulos

Os ex-governadores Geraldo Alckmin (PSDB) e Márcio França (PSB) lideram a disputa pelo governo de São Paulo em 2022, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 28 de abril e 1º de maio.

Os dois foram companheiros de chapa (em 2014) e de governo (de 2015 a 2018), quando o primeiro administrava o estado e o segundo era o seu vice. França assumiu o cargo de governador em abril de 2018 — quando Alckmin tentou a Presidência da República –, mas perdeu a reeleição para João Doria (PSDB) no segundo turno da disputa estadual naquele ano.

No principal cenário para 2022, Alckmin tem 19,9% das intenções de voto contra 15,4% de França – eles estão empatados tecnicamente porque a margem de erro da pesquisa é de 2,5 pontos percentuais para mais ou menos.

Boulos recebe apoio de Haddad após ter chegado ao segundo turno da disputa pela prefeitura de São PauloRicardo Stuckert/.

Na sequência, bem próximos, aparece uma dupla de esquerda: o ex-prefeito Fernando Haddad (PT), com 13,4%, e Guilherme Boulos (PSOL), com 11,4% — ambos estão empatados tecnicamente com Márcio França e com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf (MDB), que tem 10,2%.

Na sequência, aparecem o deputado estadual Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei (Patriota), com 6,4%; o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), com 3,1; e o deputado federal Vinicius Poit (Novo), com 0,5%.

O governador João Doria (PSDB) e seu vice, Rodrigo Garcia (DEM), que deverá receber seu apoio em 2022./.

Garcia, que é o candidato de Doria, deve trocar o DEM pelo ninho tucano, o que criaria um problema com Alckmin, que poderia deixar o PSDB, do qual é um dos fundadores, para ser candidato por outra legenda – estariam no páreo o PSD, o PSL e o próprio PSB de Márcio França.

A pesquisa foi feita por meio de entrevistas pessoais telefônicas (sem o uso de robôs) com 1.602 eleitores de 92 municípios paulistas.

Veja abaixo este e outros três cenários sondados pelo Paraná Pesquisas.

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

PM do RJ decide que Queiroz pode voltar a andar armado

Denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (Republicanos-RJ) no esquema das rachadinhas do gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na Assembleia Legislativa fluminense,...

Carta com pó suspeito é enviada ao Senado

Cartas com um pó suspeito e em formato de coelho chegaram em gabinetes de parlamentares no Senado, gerando alergia em funcionários da Casa.  Segundo mensagem...

Huck sedia encontro para tentar afastar Maia do PSD de Kassab – e de Lula

O apresentador Luciano Huck pode até não se candidatar à Presidência da República na eleição de 2022, mas já participa ativamente de articulações políticas...

A lógica do depoimento do representante da Pfizer

A empresa americana Pfizer deve declarar que fez contato com o governo Bolsonaro disponibilizando vacinas no início do segundo semestre de 2020. A carta divulgada...

Cresce o risco de um “apagão” nos serviços públicos federais

Não vai ter Censo, verbas para proteção ambiental, pesquisa, ciência e tecnologia foram cortadas à metade, 69 universidades federais prevêem redução ou paralisação total...