Após prisão de deputado aliado, Bolsonaro pede que continue ‘tudo em paz’

Em sua primeira conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada após a volta do feriado do Carnaval — quando esteve em Santa Catarina longe dos problemas de Brasília –,  o presidente Jair Bolsonaro pediu para que continuasse “tudo em paz”.

A declaração ocorre no momento em que a capital federal está em polvorosa com a prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-SP), determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, após falas do congressista em um vídeo atacando a Corte e pedindo a volta do AI-5, um dos instrumentos de repressão mais duros da ditadura militar.

A prisão reacendeu o risco de um entrevero grave entre as instituições, já que a Câmara se reúne nesta quinta-feira para decidir se mantém ou não a prisão, que foi referenda por unanimidade pelos onze ministros do STF. Para o governo, esse tipo de crise não interessa porque, justamente agora, o governo vivia um momento tranquilo, com a eleição de dois aliados para comandar o Congresso — Arthur Lira (PP-AL) na Câmara e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) no Senado — e vive a expectativa de fazer as suas pautas andarem no Legislativo.

“Tudo em paz aí pessoal? Pedi a Deus que continue”, afirmou Bolsonaro aos apoiadores. O presidente conversou e tirou fotos com os simpatizantes por pouco mais de três minutos apenas. Normalmente, ele passa de 10 a 20 minutos no chamado “cercadinho” do Alvorada. Na semana passada, por exemplo, Bolsonaro chegou a falar por mais de 30 minutos com o público.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Rito processual torna improvável que Lula vire ‘ficha suja’ antes de 2022

As ações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que foram enviadas nesta segunda-feira, 8, para a Justiça Federal de Brasília teriam...

‘Vai mexer com todas as peças do tabuleiro’, diz Boulos sobre Lula

Ex-candidato a presidente pelo PSOL, o líder do movimento sem-teto Guilherme Boulos afirmou que a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal...

“Como teve lugar isso que nos aconteceu?”, pergunta Idelber Avelar

Em junho de 2013, multidões irritadas foram às ruas protestar contra um irrisório aumento no preço da passagem dos transportes públicos. Logo ficou claro...

Como ficaria a eleição presidencial com a entrada de Lula na disputa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 18% das intenções de votos e perderia apenas para o presidente Jair Bolsonaro, que tem...

Com Covid-19 em alta, nenhum estado consegue a taxa mínima de isolamento

Em meio ao avanço da pandemia da Covid-19 pelo país, todos os estados brasileiros estão longe da taxa mínima de isolamento social de 70%...