Bolsonaro: ‘Chegou a hora de o Brasil dar um novo grito de independência’

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante discurso nesta segunda-feira, 26, na inauguração de um trecho duplicado da BR-101 em Feira de Santana (BA), que chegou a hora de o Brasil dar um novo “grito de independência” contra os governadores que estabelecem medidas restritivas para conter a transmissão da Covid-19 e disse que “esse suplício está chegando ao fim”.

“Chegou a hora de o Brasil dar um novo grito de independência, de que não podemos admitir alguns pseudo-governadores quererem impor a ditadura no meio de vocês, usando do vírus para subjugá-los”, afirmou.

Bolsonaro disse, ainda, que “sempre tratou o vírus com responsabilidade”. “Não foi o governo federal que obrigou vocês a ficarem em casa. Não foi o governo federal que fechou o comércio. Não foi o governo federal que destruiu milhões de empregos. Podem ter certeza, esse suplício está chegando ao fim, brevemente voltaremos à normalidade”, discursou.

Na Bahia, estado governado pelo petista Rui Costa, que tem sido a favor das medidas de isolamento social desde o início da pandemia, Bolsonaro disse que o seu compromisso é “com todos os brasileiros, independente de qual partido ou de quem esteja na frente do governo do estado”. “Não discriminamos ninguém”, declarou.

Em entrevista ao programa Alerta Especial na última sexta-feira, 23, Bolsonaro disse que as Forças Armadas podem ir às ruas para “acabar com essa covardia de toque de recolher”. “Se precisar, iremos para ruas, não para manter o povo dentro de casa, mas para restabelecer todo o artigo 5º da Constituição. E, se eu decretar isso, vai ser cumprido esse decreto”, afirmou o presidente, que reforçou o seu papel de “chefe supremo” das Forças Armadas.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O que a CPI da Covid quer de Ludhmila Hajjar

Uma nova participação na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid deve reforçar a tese de que o governo escolhe os ministros da Saúde...

Com Lula na disputa, Ciro fica em empate técnico com Huck, Doria e Amoêdo

A entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial de 2022, permitida pelo Supremo Tribunal Federal ao anular suas condenações na...

Bolsonaro em Porto Velho: ‘Meu Exército, minha Marinha, minha Aeronáutica’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social contra o novo coronavírus adotado por estados e municípios e a ameaçar tomar medidas...

Pesquisa: como ficaria a disputa presidencial de 2022 sem Moro no páreo

Decidido a não disputar a eleição presidencial de 2022, como informou a coluna Radar na edição de VEJA desta semana o ex-juiz e ex-ministro da...

Cláudio Castro mantém silêncio sobre operação de polícia no Rio

Passadas mais de 24 horas da operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro, na favela do Jacarezinho, na Zona Norte da capital, que...