Bolsonaro: Exército ‘pode ir para a rua’ para acabar com toque de recolher

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira que as Forças Armadas “podem ir para a rua” se necessário, para acabar com “essa covardia de toque de recolher” decretado por alguns governadores e prefeitos por causa da pandemia de Covid-19. A declaração foi dada pelo presidente durante entrevista à TV A Crítica, de Manaus.

Bolsonaro disse que se prepara para “um caos no Brasil” provocado pelas medidas restritivas determinadas por governantes país afora. “É um absurdo isso aí. Se tivermos problema, nós temos um plano de como entrar em campo”, afirmou. “As nossas Forças Armadas podem ir para a rua, sim, dentro das quatro linhas da Constituição, para fazer cumprir o artigo 5º. (…) Para cumprir tudo aquilo que está sendo descumprido por parte de alguns governadores e alguns poucos prefeitos, mas que atrapalha toda a sociedade.”

“Eu não posso extrapolar. Alguns querem que a gente extrapole”, continuou. “Eu estou junto com meus 23 ministros, da Damares (Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos) ao Braga Netto (Defesa), praticamente conversados sobre o que fazer se um caos generalizado se implantar no Brasil pela fome. Pela maneira covarde como alguns querem impor essas medidas.”

Durante a entrevista, Bolsonaro também voltou a defender a cloroquina para tratar a Covid-19, afirmando que tomou o medicamento após receber o diagnóstico positivo para a doença e se sentiu melhor no dia seguinte. Segundo diversos estudos publicados desde o ano passado, o remédio, usado para tratar a malária, não é eficaz contra o coronavírus.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Renan sobre Pazuello: “Interrogatório bom busca acusações sobre terceiros”

Investigado por suposta omissão no enfrentamento da pandemia no Amazonas e com uma gestão marcada por polêmicas, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello é...

O futuro de Flávio e da rachadinha nas mãos de Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pretende apresentar ainda neste semestre seu voto no caso que decidirá qual instância da Justiça...

Frase do dia

“Essa amplíssima prerrogativa de que dispõem às Casas Legislativas, em que pese a sua indiscutível relevância como instrumento de fiscalização e controle da administração...

Bombardeio israelense derruba prédio que abrigava agências de notícias

As agências de notícias Al Jazeera e Associated Press reportarem que um bombardeio israelense derrubou neste sábado, 15, o prédio que abrigava seus escritórios...

Em plena pandemia, o governo não conseguiu prever… a pandemia

O Ministério da Economia encerrou a semana com a produção de um clássico sobre a capacidade do governo de prever e administrar uma crise. Em...