Bolsonaro grava para candidato que participou de atos contra o STF

Jair Bolsonaro, aos poucos, vai se soltando na campanha eleitoral. O presidente, antes avesso a entrar nas disputas pelas Prefeituras, está aderindo e fazendo suas escolhas.

Bolsonaro gravou esta semana um vídeo para Bruno Engler, deputado estadual e candidato a prefeito em Belo Horizonte pelo PRTB.

Engler é muito próximo do deputado federal bolsonarista Junio Amaral (PSL-MG), alvo de inquérito no STF que investiga atos antidemocráticos e divulgação de fake news.

O próprio candidato a prefeito da capital mineira participou desses atos, em Belo Horizonte e Brasília, e faz duros ataques nas suas redes a ministros do STF, autoridades que Bolsonaro têm se aproximado mais recentemente.

Ao lado de Amaral, Engler fez protestos em frente ao STF. Num desses domingos de protesto, estenderam uma faixa com um irônico “obrigado Celso de Mello”, que determinou divulgação integral da reunião ministerial de 22 de abril.

Os dois entenderam que a exibição foi positiva para o presidente e chamaram Mello de “o maior marqueteiro do Brasil”.

Continua após a publicidade

Em junho, Engler publicou nas suas redes: “Isenção no STF? Os canalhas não escondem mais, já escolheram um lado”, disse, se referindo a um pedido de Luiz Fux sobre um deputado federal investigado nesses atos.

Mais recente, em setembro, escreveu sobre o STF:  “vergonho e ultrajante saber que a nossa democracia está o tempo todo sendo metralhada por quem deveria defendê-la”.

No vídeo em apoio a Engler, Bolsonaro diz conhecê-lo há alguns anos e que mantém com ele uma relação de amizade, de muita identidade.

O presidente diz que se o candidato for eleito, estará em “linha direta” com a Presidência da República. Apesar do vídeo, o presidente diz que não fará campanha para ele, mas que votaria nele se fosse eleitor em Belo Horizonte. E diz não desmerecer nenhum candidato nessa disputa.

Em todas as pesquisas, o atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), aparece disparado com mais de 50% das intenções de voto. No Datafolha desta semana, Kalil aparece com 56%, contra 3% de Engler, em terceiro lugar.

Abaixo, deputado ironiza Celso de Mello, ao lado de Junio Amaral.

<span class=”hidden”>–</span>///Reprodução
Continua após a publicidade

spot_img

Ultimas notícias

Renan da Mata comenta sobre sua vida política no Podcast com Jair

Renan da Mata iniciou sua carreira como assessor do ex-deputado federal paranaense Hidekazu Takayama do PSC e, atualmente, tem como foco sua pré-candidatura para...

Brasil chega a 47 casos suspeitos de ‘hepatite misteriosa’ entre crianças

Os órgãos de saúde do Brasil investigam 47 casos suspeitos da chamada hepatite misteriosa. O cenário ainda é de incerteza e a comunidade científica...

Equívoco de Lula

No afã de defender seu candidato a vice, Lula cometeu um grave equívoco. O ex-presidente afirmou em alto e bom som que o ex-tucano...

Escola na Flórida sorteia fuzis, munições e pistolas entre alunos e professores

Uma semana após o tiroteio em uma escola primária no Texas, que causou a morte de 20 crianças e professores, um colégio da Flórida,...

Brasil perde 7,8 mil piscinas olímpicas de água por dia nos sistemas de distribuição

A quantidade da água tratada perdida nos sistemas de distribuição no Brasil representa um volume equivalente a 7,8 mil piscinas olímpicas desperdiçadas diariamente. O...