Bolsonaro lança programa para melhorar o saneamento básico em áreas rurais

O Programa Saneamento Brasil Rural prevê, em 20 anos, melhorias nas condições sanitárias da população rural brasileira. A expectativa é de que 40 milhões de pessoas sejam beneficiadas

O programa está sob a responsabilidade do Ministério da Saúde, por meio da Funasa.O ministro de Estado-Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; o ministro de Estado da Saúde, Henrique Mandetta e o presidente da Fundação Nacional de Saúde, Ronaldo Nogueira também estiveram presentes no evento.
As metas, segundo o governo, são de curto, médio e longo prazo, no período de 2019 a 2038. O investimento é de R$ 218,94 bilhões.
O Programa atenderá comunidades remanescentes de quilombos, comunidades indígenas, extrativistas, assentamentos pequenos, aglomerados rurais, dentre outros, cujas especificidades fornecem elementos para embasar a escolha das soluções. Estima-se que o Programa beneficiará 39,73 milhões de habitantes (21% da sua população residente).
Para o presidente da Funasa, Ronaldo Nogueira, o programa traz inclusão e desenvolvimento para as áreas alvo. ;Foram décadas de esquecimento. Essa pessoas terão água limpa e banheiro para fazerem suas necessidades. As zonas rurais sempre foram esquecidas pelo governo ou alvo de pequenas ações isoladas. Com essa iniciativa, trará dignidade às populações e estímulo ao emprego”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas notícias

Frase do dia

“Qual o interesse dos demagogos? Eles pensam: está todo mundo cansado de ficar em casa, vou dizer que pode sair, que pare com essa...

Charge do Amarildo

Humor

Fachin nega pedido de Edir Macedo para retomar ação contra Haddad

Não prosperou, ao menos por enquanto, a tentativa do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, de retomar um processo...

A imunidade, a impunidade e a bandidagem

Editorial de O Estado de S. Paulo (27/2/2021) Um Estado Democrático de Direito protege necessariamente os membros do Legislativo. Não há Congresso independente se os...

“Gato na Tuba” e Petrobras: CVM investiga (por Vitor Hugo Soares)

Eu me lembro da marchinha “Gato na Tuba” ao ler a notícia de que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu o segundo processo...