Carlos Melo: ACM Neto quis controle total do DEM para 2022

A decisão do DEM de apoiar Arthur Lira (PP-PR), candidato de Jair Bolsonaro para a presidência da Câmara, ainda ecoa no mundo da política. O que mais estaria por trás da estratégia, comandada pelo presidente nacional da sigla, ACM Neto, que gerou um racha no partido devido à insatisfação do ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia? O cientista político Carlos Melo tem uma visão muito particular sobre esse reposicionamento. Para ele, trata-se do aumento de poder de ACM Neto dentro do DEM, de olho em 2022.

“Poderia colocar nos cálculos de [ACM] Neto também a busca pelo total controle do DEM. Com [Rodrigo] Maia derrotado, ou fora do partido, será ele quem conduzirá o processo de escolhas da legenda em 2022. Pode ser [Jair] Bolsonaro, [João] Doria, [Luciano] Huck, Eduardo Leite ou até Ciro [Gomes]. O certo é que a última palavra será dele, e não de Rodrigo Maia”, analisou Melo.

O cientista político também concorda que ACM Neto tenha se aproximado do Palácio do Planalto para garantir recursos financeiros, conforme mostrado pela coluna esta semana. Apoiando Lira, o DEM entrou no rol de beneficiários que receberão recursos prometidos por Bolsonaro, se fortalecendo na Câmara e nos estados.

Para o cientista político, a estratégia era reinar soberano nas escolhas de 2022 e se livrar de quem poderia ser um empecilho internamente, enfraquecendo Rodrigo Maia. E com liberdade para continuar fazendo críticas ao governo, se necessário, ou apoiá-lo, se for de seu interesse.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Paraguaios pedem renúncia do presidente por má gestão da pandemia

Milhares de paraguaios tomaram as ruas da capital, Assunção, na noite da última sexta-feira (5), para protestar contra o governo do presidente Mario Abdo...

Hostilidade, extremismo e violência são traições da religião, diz papa

No segundo dia da viagem histórica que faz ao Iraque, o papa Francisco afirmou, nas ruínas de Ur, acreditado como o local de nascimento...

Aprendiz de Chávez

Editorial de O Estado de S. Paulo (6/3/2021) Paulo Guedes é ministro da Economia, mas se dá melhor como comentarista de economia. Como se não...

Comitiva que irá a Israel por spray anti-Covid mira acordos para vacinas

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu neste sábado, 6, com a comitiva brasileira que embarcará para Israel para participar de encontros que, entre outros...

Barroso no Manhattan Connection: de tirar o boné (por Vitor Hugo Soares)

De tirar o boné a entrevista do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, na nova fase do programa Manhattan Connection, agora na...