Caso de Daniel Silveira vai ao Conselho de Ética antes que o de Flordelis

Pronto para ser enviado ao Conselho de Ética desde início de outubro do ano passado, o caso da deputada Flordelis (PSD-RJ) ficou parado na Mesa da Câmara e não ganhou a mesma urgência que o da representação contra Daniel Silveira (PSL-RJ), que chegou na manhã desta quinta ao colegiado.

Flordelis é ré, acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo.

O corregedor da Câmara na gestão passada, Paulo Bengtson (PTB-PA), concluiu que seu caso deveria ser enviado ao conselho e que não viu elementos na defesa da deputada que a isentasse de responder um processo por quebra de decoro parlamentar.

Mas como o colegiado não funcionou remotamente, o caso de Flordelis estacionou e a deputada, que está usando tornozeleira eletrônica, segue usufruindo das regalias de um mandato.

 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Aprendiz de Chávez

Editorial de O Estado de S. Paulo (6/3/2021) Paulo Guedes é ministro da Economia, mas se dá melhor como comentarista de economia. Como se não...

Comitiva que irá a Israel por spray anti-Covid mira acordos para vacinas

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu neste sábado, 6, com a comitiva brasileira que embarcará para Israel para participar de encontros que, entre outros...

Barroso no Manhattan Connection: de tirar o boné (por Vitor Hugo Soares)

De tirar o boné a entrevista do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, na nova fase do programa Manhattan Connection, agora na...

Senador Flávio Bolsonaro se diz alvo de uma nova conspiração

Como o presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) se diz vítima de uma conspiração. A queixa da vez do Zero Um é...

Insanidade e falta de lucidez (por Cristovam Buarque)

Esta semana comprovou que o presidente não é sano e que a oposição não é lúcida. Em um gesto irresponsável, de voluntarismo e capricho infantil,...