Como ficaria a eleição presidencial com a entrada de Lula na disputa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 18% das intenções de votos e perderia apenas para o presidente Jair Bolsonaro, que tem 32% se a eleição presidencial fosse hoje, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 25 de fevereiro e 1º de março.

O petista aparece à frente do ex-ministro Sergio Moro, que o condenou no processo relativo ao tríplex do Guarujá, que tem 11,6% — na sequência aparecem Ciro Gomes, do PDT (8,7%), João Doria, do PSDB (5,3%), Guilherme Boulos, do PSOL (3,5%), João Amoêdo, do Novo (3,0%) e Luiz Henrique Mandetta, do DEM (1,4%) — veja os números no cenário 4, no quadro abaixo.

A entrada de Lula na disputa destrava a briga para saber quem será o adversário de Bolsonaro no segundo turno — esse é o único cenário, entre os cinco pesquisados pelo instituto, no qual não há empate técnico na briga pela segunda posição – em todas as situações, Bolsonaro lidera.

<span class="hidden">–</span>./.

 

Nesta segunda-feira, 8, o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, anulou todas as decisões judiciais referentes a Lula tomadas pela 13ª Vara Federal de Curitiba, onde atuava Moro, e determinou que todos os processos sejam reiniciados na Justiça Federal de Brasília. Com a decisão, o ex-presidente se livra da Lei da Ficha Limpa e volta a ficar elegível, podendo disputar a eleição de 2022.

O levantamento do Paraná Pesquisas foi feito com 2.080 eleitores em todos os estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

TCU pede que Lewandowski reveja decisão que beneficiou Joesley e JBS

O Tribunal de Contas da União (TCU) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski que reconsidere duas decisões tomadas por ele...

Centrão ou Guedes: meta de Bolsonaro é não escolher entre um dos lados

Acossado pela pandemia de Covid-19, a crise econômica e a queda de popularidade, o presidente Jair Bolsonaro terá de arbitrar uma disputa entre dois...

A recidiva

Editorial de O Estado de S. Paulo (17/4/2021) O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 8 votos a 3, anular as condenações impostas ao ex-presidente...

Secretaria de Saúde de São Paulo acusa parlamentares de invadirem hospital

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo afirmou, em publicação nas redes sociais, que o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e os deputados...

Não basta a China (por Cristovam Buarque)

No excelente livro “Brasil, construtor de ruínas: Um olhar sobre o país, de Lula a Bolsonaro” a jornalista escritora Eliane Blum escreveu que: “Como...