Da cadeia para a disputa eleitoral de 2022: João Santana fecha com Ciro

Marqueteiro de campanhas vencedoras de Lula e Dilma e condenado na Operação Lava-Jato, o publicitário João Santana fechou com o PDT de Ciro Gomes e Carlos Lupi, para ajudar na comunicação do partido. Santana e sua mulher, Monica Moura, fecharam acordo de delação premiada em 2016 e puderam cumprir prisão domiciliar depois de passarem meses na cadeia.

O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira por Ciro, que está em plena campanha para as eleições presidenciais do ano que vem. O tuíte com a novidade foi acompanhado de uma foto dos três abraçados, usando máscaras. O pleito de 2022 promete.

Ultimas notícias

PM do RJ decide que Queiroz pode voltar a andar armado

Denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (Republicanos-RJ) no esquema das rachadinhas do gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na Assembleia Legislativa fluminense,...

Carta com pó suspeito é enviada ao Senado

Cartas com um pó suspeito e em formato de coelho chegaram em gabinetes de parlamentares no Senado, gerando alergia em funcionários da Casa.  Segundo mensagem...

Huck sedia encontro para tentar afastar Maia do PSD de Kassab – e de Lula

O apresentador Luciano Huck pode até não se candidatar à Presidência da República na eleição de 2022, mas já participa ativamente de articulações políticas...

A lógica do depoimento do representante da Pfizer

A empresa americana Pfizer deve declarar que fez contato com o governo Bolsonaro disponibilizando vacinas no início do segundo semestre de 2020. A carta divulgada...

Cresce o risco de um “apagão” nos serviços públicos federais

Não vai ter Censo, verbas para proteção ambiental, pesquisa, ciência e tecnologia foram cortadas à metade, 69 universidades federais prevêem redução ou paralisação total...