General Ramos diz que se vacinou escondido e vê risco a Bolsonaro

O ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos, afirmou nesta terça-feira, 27, que tomou escondido a vacina contra a Covid-19. Durante reunião do Conselho de Saúde Suplementar, no Palácio do Planalto, ele explicou que foi orientado a tomar a vacina escondido, mas que a informação acabou vazando: “Não ​tenho vergonha, não. Eu tomei e vou ser sincero, porque, eu, como qualquer ser humano, eu quero viver. E se a ciência e a medicina estão dizendo que é a vacina, né, Guedes, quem sou eu para me contrapor?”, disse

Ramos também disse que o presidente Jair Bolsonaro coloca a vida em risco ao não se vacinar e que tenta convencê-lo a tomar o imunizante.

“Estou envolvido pessoalmente tentando convencer o nosso presidente, independente de todos os posicionamentos, que nós não podemos perder o presidente para um vírus desse. A vida dele, no momento, corre risco, ele tem 65 anos”, disse Ramos . Na verdade, Jair Bolsonaro tem 66 anos.

Ramos não sabia que a reunião, em que também estavam os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Saúde, Marcelo Queiroga, estava sendo transmitida ao vivo pela internet.

Em nota, a Casa Civil disse que o general foi vacinado no dia 18 de abril com a primeira dose da vacina da AstraZeneca “como cidadão comum, em seu carro e enfrentando fila como qualquer brasileiro. Ao dizer, de maneira informal, que teria tomado a vacina ‘escondido’, o ministro se referia ao fato de ali estar um dos mais de 38 milhões de brasileiros que já se vacinaram e não um ministro de Estado. O ministro, portanto, não tomou a vacina de forma escondida e nunca foi orientado a não relatar tal fato. Apenas não quis fazer desse momento um ato político”, encerra o texto, que acrescenta que a imunização do ministro foi divulgada na imprensa.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O que a CPI da Covid quer de Ludhmila Hajjar

Uma nova participação na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid deve reforçar a tese de que o governo escolhe os ministros da Saúde...

Com Lula na disputa, Ciro fica em empate técnico com Huck, Doria e Amoêdo

A entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial de 2022, permitida pelo Supremo Tribunal Federal ao anular suas condenações na...

Bolsonaro em Porto Velho: ‘Meu Exército, minha Marinha, minha Aeronáutica’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social contra o novo coronavírus adotado por estados e municípios e a ameaçar tomar medidas...

Pesquisa: como ficaria a disputa presidencial de 2022 sem Moro no páreo

Decidido a não disputar a eleição presidencial de 2022, como informou a coluna Radar na edição de VEJA desta semana o ex-juiz e ex-ministro da...

Cláudio Castro mantém silêncio sobre operação de polícia no Rio

Passadas mais de 24 horas da operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro, na favela do Jacarezinho, na Zona Norte da capital, que...