Governador do Amazonas posta nas redes na hora da sessão da CPI

Depois de ignorar a convocação para prestar depoimento na CPI da Pandemia do Senado, nesta quinta-feira, o governador do Amazonas, Wilson Lima, achou por bem postar nas redes sociais durante a reunião da comissão, mostrando que começou o dia acompanhando o início da operação Mão de Ferro, executada por tropas da Polícia Militar e Força Nacional no Estado.

“A operação dá continuidade às ações de pronta resposta aos atos criminosos que aconteceram entre domingo e segunda-feira. Até o momento, 45 pessoas foram detidas e nosso efetivo, somado agora à Força Nacional, está nas ruas para garantir a segurança da população”, escreveu Lima, que foi beneficiado por um habeas corpus da ministra Rosa Weber, do STF, na noite de quarta-feira.

A decisão autorizou o governador a não comparecer à CPI, mas ele também poderia ir e ficar calado. O presidente da comissão, Omar Aziz, que também é do Amazonas, anunciou que iria recorrer ao Supremo.

Ultimas notícias

O alto custo do “socialismo de direita” na Eletrobras

 No original de fevereiro existiam 3.977 palavras. No texto aprovado ontem estão 4.659 palavras.  Com 682 palavras a mais, a Câmara e o Senado conseguiram...

Frase do dia

“Quando você vê um prato da classe média europeia, que já enfrentou duas guerras mundiais, são pratos relativamente pequenos. E os nossos aqui nós...

Voto impresso é “jaguatirica com cobra d’água”

“A mistura, a compatibilização do sistema de urna eletrônica que temos com o sistema de impressão de voto, poderia ser uma cruza de jaguatirica...

Grupo de senadores planeja esvaziar depoimentos de médicos pró-cloroquina

Os senadores da CPI da Pandemia que se posicionam contra o presidente Jair Bolsonaro, integrantes do grupo conhecido como G7, se articulam há alguns...

O conselheiro: por que Bolsonaro dá trânsito livre a Malafaia no Planalto

Em meio a uma rodada de insultos durante a CPI da Covid-19 no Senado, veio à baila o nome do pastor carioca Silas Malafaia,...