Grupos religiosos protestam contra decisão do STF sobre cultos e missas

Grupos religiosos fizeram neste domingo um protesto em frente ao Congresso Nacional contra a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de garantir a governadores e prefeitos a prerrogativa de proibir cultos e missas durante a pandemia. O evento, intitulado Marcha da família Cristã pela Liberdade, reuniu centenas de pessoas, entre católicos e evangélicos. Eles empunhavam faixas “contra o comunismo” e em defesa do presidente Jair Bolsonaro e levavam consigo cartazes e charges contra ministros do STF.

“Estamos plantando semente da liberdade e acordando para a necessidade de luta pelos nossos direitos. Estão sistematicamente tirando nossas liberdades. Quem aqui está fechado com o presidente Jair Bolsonaro lutando pela nossa liberdade?”, disse um dos apoiadores do movimento em cima de um carro de som.

Na última semana, por nove votos a dois, o Plenário do Supremo derrubou uma decisão liminar do ministro Kássio Nunes Marques que havia autorizado celebrações religiosas no feriado de Páscoa. Para Marques, estados e municípios não poderiam editar normas que abolissem atividades religiosas presenciais como medida de enfrentamento à pandemia. Segundo ele, precauções sanitárias como o uso de máscaras e o distanciamento entre fieis seriam suficientes para permitir que a população frequentasse cultos e missas.

Nos protestos deste domingo, houve também manifestações contra uma possível fraude eleitoral na disputa presidencial de 2022. O tema, recorrente em falas do presidente, leva em conta o discurso de que apenas com o voto impresso o eleitor teria segurança sobre a higidez das eleições. O caso é rechaçado por ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, conforme mostrou VEJA, planejam uma certificação das urnas eletrônicas para minar as teses conspiratórias de apoiadores bolsonaristas.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Renan sobre Pazuello: “Interrogatório bom busca acusações sobre terceiros”

Investigado por suposta omissão no enfrentamento da pandemia no Amazonas e com uma gestão marcada por polêmicas, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello é...

O futuro de Flávio e da rachadinha nas mãos de Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pretende apresentar ainda neste semestre seu voto no caso que decidirá qual instância da Justiça...

Frase do dia

“Essa amplíssima prerrogativa de que dispõem às Casas Legislativas, em que pese a sua indiscutível relevância como instrumento de fiscalização e controle da administração...

Bombardeio israelense derruba prédio que abrigava agências de notícias

As agências de notícias Al Jazeera e Associated Press reportarem que um bombardeio israelense derrubou neste sábado, 15, o prédio que abrigava seus escritórios...

Em plena pandemia, o governo não conseguiu prever… a pandemia

O Ministério da Economia encerrou a semana com a produção de um clássico sobre a capacidade do governo de prever e administrar uma crise. Em...