Judiciário vem quente

As ações e declarações do Tribunal Superior Eleitoral e do Supremo Tribunal Federal na volta do recesso de meio de ano desenharam uma risca de giz nas relações entre o chefe do Poder Executivo e as cúpulas das duas mais destacadas instâncias superiores do Judiciário.

Foi uma resposta às inúmeras e constantes provocações do presidente da República que chegaram ao nível das ofensas pessoais. É como se o Judiciário disse a Bolsonaro que pode vir quente que os magistrados estão fervendo.

Três aspectos chamam particular atenção: o tom institucionalmente forte das declarações, a efetividade de ações no pedido de abertura de um inquérito no âmbito do TSE que, no limite, pode levar à inelegibilidade do presidente em 2022 e a unanimidade no apoio às decisões e na tomada de posições.

É de se observar a reação do presidente da República, cujo hábito é recuar e moderar num primeiro momento, mas voltar ao ataque assim que a poeira baixar.

Do Congresso provavelmente não virá um alinhamento contundente ao Judiciário nas figuras dos presidentes da Câmara e do Senado. O apoio será no colegiado na forma de recusa à emenda constitucional que propõe a adoção do voto impresso.

spot_img

Ultimas notícias

Renan da Mata comenta sobre sua vida política no Podcast com Jair

Renan da Mata iniciou sua carreira como assessor do ex-deputado federal paranaense Hidekazu Takayama do PSC e, atualmente, tem como foco sua pré-candidatura para...

Brasil chega a 47 casos suspeitos de ‘hepatite misteriosa’ entre crianças

Os órgãos de saúde do Brasil investigam 47 casos suspeitos da chamada hepatite misteriosa. O cenário ainda é de incerteza e a comunidade científica...

Equívoco de Lula

No afã de defender seu candidato a vice, Lula cometeu um grave equívoco. O ex-presidente afirmou em alto e bom som que o ex-tucano...

Escola na Flórida sorteia fuzis, munições e pistolas entre alunos e professores

Uma semana após o tiroteio em uma escola primária no Texas, que causou a morte de 20 crianças e professores, um colégio da Flórida,...

Brasil perde 7,8 mil piscinas olímpicas de água por dia nos sistemas de distribuição

A quantidade da água tratada perdida nos sistemas de distribuição no Brasil representa um volume equivalente a 7,8 mil piscinas olímpicas desperdiçadas diariamente. O...