Lira articula solução com STF para evitar crise

Caso a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) seja mantida após a audiência de custódia marcada para a tarde de hoje, a Câmara terá a difícil missão de arranjar uma solução que não deixe o episódio passar impune e que, ao mesmo tempo, não alimente uma crise institucional.

De acordo com um deputado governista que acompanha de perto a questão, a única saída possível é de um acordo da Câmara com o próprio STF, hipótese que vem sendo trabalhada pelo presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL).

É articulado que o STF relaxe a prisão para que o deputado seja punido pela própria Casa, no Conselho de Ética, que foi reativado especialmente para analisar esse caso – um recado aos ministros de que a Câmara vai sim punir Daniel Silveira.

Na avaliação desse deputado, que tem trânsito entre as lideranças, a confirmação da prisão por 11 a 0 pelo STF não deixou margem para que os deputados votem a favor de Silveira “sem se queimar”.

Uma prova é que Bia Kicis (PSL-DF), bolsonarista de carteirinha, crítica dos ministros do STF e cotada para presidir a CCJ, até agora não se manifestou a favor do colega com receio de ser vista como defensora de atos inconstitucionais, perdendo apoio e, consequentemente, a posição na comissão.

Uma eventual nova decisão do STF precisa sair até o final do dia, para que a Câmara não precise decidir se mantém ou não a prisão do deputado.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Charge do Amarildo

Humor

Polícia trabalha com tese de complô de mandantes na morte de Marielle

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro está trabalhando com a tese de um possível complô entre intermediários e mandantes do duplo assassinato...

Paulo Guedes quer vacinação em massa; falta combinar com Bolsonaro 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que precisa haver vacinação em massa, agora que o país está à beira de mais um tombo...

‘Precisamos enfrentar os problemas’, diz Bolsonaro. Mas o problema é ele.

Em sua já histórica fala do “chega de mimimi e de frescura, vai chorar até quando?”, Bolsonaro afirmou que “precisamos enfrentar nossos problemas com...

‘Maior passada de pano da história’, diz deputada assediada em SP

“Foi a maior passada de pano da história”, resumiu a deputada estadual Isa Penna (PSOL), de São Paulo, ante o resultado do julgamento do...