Marcelo Queiroga presta depoimento à CPI da Pandemia pela segunda vez

A CPI da Pandemia recebe nesta terça-feira, 8, pela segunda vez, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Ele deve ser questionado pelos senadores sobre as condições do país para sediar a Copa América, a possível influência do “gabinete paralelo” nas decisões do governo sobre a pandemia e também sobre a saída precoce da infectologista Luana Araújo da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19.

Queiroga prestou depoimento à CPI pela primeira vez no dia 6 de maio, mas fugiu de perguntas-chaves, como as posições do presidente Jair Bolsonaro sobre tratamento precoce e uso da cloroquina, e foi considerado contraditório e evasivo por alguns senadores. O médico cardiologista está à frente do Ministério da Saúde desde o dia 23 de março deste ano.

LEIA TAMBÉM: Pregando no deserto, Queiroga volta à CPI para ouvir por Bolsonaro

Sobre o requerimento

Parlamentares que compõem a CPI esperam que o ministro responda sobre sua real autonomia na pasta, ainda mais após a nomeação de Luana Araújo ser vetada por falta de “validação política”, segundo depoimento da infectologista à comissão. “Existe um gabinete negacionista, um grupo que continua impedindo que os melhores quadros da ciência brasileira possam contribuir no enfrentamento à pandemia”, afirmou o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que é autor de um dos requerimentos de convocação.

Já o senador governista Marcos Rogério (DEM-RO) vê um “ato político” na segunda convocação de Marcelo Queiroga. Ele lamentou que o ministro tenha que interromper suas atividades à frente da pasta para voltar à CPI. “O que se vê são teorias. Todos ali conhecem como funciona a administração em relação a nomeações. O ato administrativo é discricionário. Não há nenhum elemento novo no sentido de condenar o governo”, disse.

Ultimas notícias

Osmar Terra deve prestar depoimento na CPI da Covid nesta terça-feira

O ex-ministro da Cidadania e deputado Osmar Terra (MDB-RS) presta depoimento nesta terça-feira, 22, na CPI da Covid-19. Ele é apontado como um dos...

Barroso mostra auditoria de urnas a deputados da comissão do voto impresso

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, se reuniu nesta segunda-feira, 21, com deputados federais para apresentar o funcionamento do...

Mais candidato do que nunca, Lula avisa que rodará o país

Em live em comemoração aos 80 anos do vereador de São Paulo Eduardo Suplicy (PT), Lula mostrou que é mais candidato do que nunca...

Após novo ataque de Bolsonaro, Pacheco sai em defesa da imprensa

Depois de mais um rompante autoritário de Bolsonaro contra a imprensa, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM-RO), veio à público apresentar um contraponto...

Bolsonaro terá que explicar declarações sobre fraudes a urnas ao TSE

O corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, determinou nesta segunda prazo de 15 dias para que Bolsonaro e outras autoridades que...