Pacheco submeteu a Constituição à política

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, instale a CPI da Covid. É mau sinal: o Supremo não deveria se meter em questões internas de outro Poder.

Mas Barroso não agiu por sua própria iniciativa. Senadores da República o chamaram a se pronunciar a respeito de uma questão constitucional que é cristalina (artigo 58, parágrafo 3º). É mau sinal: senadores não deveriam recorrer a outro Poder para resolver disputas internas do Senado.

Mas os senadores Alessandro Vieira e Jorge Kajuru não recorreram ao Supremo porque cismaram. O presidente do Senado tinha em mãos o pedido de CPI havia mais de dois meses, mas não a instalava por considerar que o momento não é “oportuno”. É péssimo sinal: o presidente do Senado não pode se recusar a cumprir uma obrigação constitucional por conveniências políticas.

Além de absurdo do ponto constitucional, o argumento de Rodrigo Pacheco não faz qualquer sentido do ponto de vista lógico.

Pacheco quer fazer crer que a CPI atrapalharia o combate à Covid. Evidentemente, é o contrário. A CPI pretende justamente apurar as responsabilidades daqueles que deveriam combater a pandemia e não o fazem — impedi-la sem motivo lícito é uma maneira de acobertar os (ir)responsáveis e atrapalhar o combate à Covid.

Se alguém tinha dúvida sobre se Rodrigo Pacheco defenderia os interesses de Jair Bolsonaro no Senado, a dúvida não existe mais.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Renan sobre Pazuello: “Interrogatório bom busca acusações sobre terceiros”

Investigado por suposta omissão no enfrentamento da pandemia no Amazonas e com uma gestão marcada por polêmicas, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello é...

O futuro de Flávio e da rachadinha nas mãos de Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pretende apresentar ainda neste semestre seu voto no caso que decidirá qual instância da Justiça...

Frase do dia

“Essa amplíssima prerrogativa de que dispõem às Casas Legislativas, em que pese a sua indiscutível relevância como instrumento de fiscalização e controle da administração...

Bombardeio israelense derruba prédio que abrigava agências de notícias

As agências de notícias Al Jazeera e Associated Press reportarem que um bombardeio israelense derrubou neste sábado, 15, o prédio que abrigava seus escritórios...

Em plena pandemia, o governo não conseguiu prever… a pandemia

O Ministério da Economia encerrou a semana com a produção de um clássico sobre a capacidade do governo de prever e administrar uma crise. Em...