Pandemia: maioria culpa Bolsonaro, mas cresce taxa dos que apontam ‘todos’

O presidente Jair Bolsonaro continua sendo apontado como o principal responsável pelo atual estágio em que se encontra a pandemia da Covid-19 no Brasil – a afirmação foi feita por 29,4% dos entrevistados pelo instituto Paraná Pesquisas ente os dias 20 e 24 de março e é maior do que os 26,2% que diziam a mesma coisa em setembro de 2020.

Mas cresceu significativamente o percentual daqueles que apontam os políticos em geral e o Supremo Tribunal Federal como responsáveis maiores pela crise: em setembro, 7,3% apontavam “todos eles” como culpados,  percentual que subiu para 20% agora em março.

Outros 11,2% acusam os governadores como responsáveis pela crise sanitária e uma pequena minoria cita os prefeitos (1,6%) e os deputados federais (1%). Outros 8,1% apontam os magistrados do STF (veja os números completos abaixo).

<strong>Fonte: Paraná Pesquisas</strong>Arte/VEJA

Na semana passada, com a sua popularidade atingindo o pior momento na crise, o presidente convocou uma reunião com representantes dos outros Poderes da República (Congresso e Supremo) e alguns governadores para tentar articular uma reação conjunta e coordenada contra a pandemia, que já matou mais de 307 mil brasileiros em pouco mais de um ano.

Da reunião, a principal definição foi a criação de um comitê para discutir e coordenar as ações, liderado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) – leia reportagem completa aqui.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética do Senado

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) protocolou nesta segunda-feira, 12, uma representação contra o também senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) no Conselho de Ética da Casa....

Nunes Marques é sorteado relator de impeachment de Alexandre de Moraes

O ministro Nunes Marques, do STF (Supremo Tribunal Federal), foi sorteado nesta segunda-feira, 12, relator da ação protocolada pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que...

Atirador deixa ao menos um morto em escola nos EUA

Uma pessoa morreu e outra, um policial, ficou ferida após a ação de um atirador em uma escola em Knoxville, no estado americano do...

Bolsonarismo, conservadorismo e liberalismo (Por Denis Lerrer Rosenfield)

Jair Bolsonaro, em sua eleição, conseguiu encarnar a força do antilulopetismo, congregando em torno de si três correntes de ideias que, naquele então, apareceram...

Conversinha impublicável

A conversa telefônica entre o presidente Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru é espantosa por muitos motivos. Primeiro, claro, pelo teor. O que se ouve...