Para o governo, o melhor é ter Pazuello por perto do que distante

O ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, virou um estorvo para o presidente Jair Bolsonaro. Mantê-lo por perto é aumentar o risco de ser contaminado pelo seu desempenho desastroso no cargo do qual foi demitido. Afastá-lo é simplesmente um perigo porque Pazuello será uma das estrelas da CPI da Covid.

Feitas as contas, o risco parece ser menor do que o perigo. É preciso que Pazuello se sinta prestigiado para não revelar à CPI o que cause maiores embaraços ao presidente e ao governo. Procura-se um cargo para ele, e enquanto não se acha, Bolsonaro o carrega para cima e para baixo como um ajudante de ordem de luxo.

Em Manaus, a primeira escala de mais uma viagem de Bolsonaro em campanha para se reeleger, lançou-se a candidatura de Pazuello ao governo do Amazonas. Ele foi ovacionado pelos devotos do presidente reunidos no inacabado centro de convenções que Bolsonaro usou como palco de mais um comício.

A CPI da Covid reúne 11 senadores. Dois deles são do Amazonas – Omar Aziz (PDS), presidente da comissão, e Eduardo Braga (MDB), líder do seu partido no Senado, ligado ao senador Renan Calheiros (MDB-AL) que ocupará a estratégica função de relator. Aziz e Braga querem disputar o governo do seu Estado.

Em breve, Pazuello estará diante dos três para responder a todas as suas perguntas e sujeitar-se a todos os seus caprichos.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O que a CPI da Covid quer de Ludhmila Hajjar

Uma nova participação na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid deve reforçar a tese de que o governo escolhe os ministros da Saúde...

Com Lula na disputa, Ciro fica em empate técnico com Huck, Doria e Amoêdo

A entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial de 2022, permitida pelo Supremo Tribunal Federal ao anular suas condenações na...

Bolsonaro em Porto Velho: ‘Meu Exército, minha Marinha, minha Aeronáutica’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social contra o novo coronavírus adotado por estados e municípios e a ameaçar tomar medidas...

Pesquisa: como ficaria a disputa presidencial de 2022 sem Moro no páreo

Decidido a não disputar a eleição presidencial de 2022, como informou a coluna Radar na edição de VEJA desta semana o ex-juiz e ex-ministro da...

Cláudio Castro mantém silêncio sobre operação de polícia no Rio

Passadas mais de 24 horas da operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro, na favela do Jacarezinho, na Zona Norte da capital, que...