Pazuello nega estar doente e diz que não pediu para sair do governo

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, negou na tarde deste domingo, 14, ter pedido demissão do cargo ou ter sido solicitado pelo presidente Jair Bolsonaro a sair do governo. Em nota divulgada pela sua assessoria de imprensa, o general disse ainda que não está doente.

De acordo com o texto, Pazuello segue como “ministro da Saúde no combate ao coronavírus e salvando mais vidas”. Mas o general confirmou que vai  entregar o posto à frente da Saúde “assim que o presidente solicitar”.

“Não estou doente, não entreguei o meu cargo e o presidente não o pediu, mas o entregarei assim que o presidente solicitar. Sigo como ministro da Saúde no combate ao coronavírus e salvando mais vidas”, diz o breve comunicado divulgado em uma rede social.

A Secretaria de Comunicação do governo confirmou que o presidente Jair Bolsonaro se reuniu na tarde deste domingo com a cardiologista Ludhmila Hajjar, do Incor e da rede Vila Nova Star. O nome dela foi indicado a Bolsonaro pelos presidentes da Câmara e do Senado para assumir o comando do Ministério da Saúde.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética do Senado

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) protocolou nesta segunda-feira, 12, uma representação contra o também senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) no Conselho de Ética da Casa....

Nunes Marques é sorteado relator de impeachment de Alexandre de Moraes

O ministro Nunes Marques, do STF (Supremo Tribunal Federal), foi sorteado nesta segunda-feira, 12, relator da ação protocolada pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que...

Atirador deixa ao menos um morto em escola nos EUA

Uma pessoa morreu e outra, um policial, ficou ferida após a ação de um atirador em uma escola em Knoxville, no estado americano do...

Bolsonarismo, conservadorismo e liberalismo (Por Denis Lerrer Rosenfield)

Jair Bolsonaro, em sua eleição, conseguiu encarnar a força do antilulopetismo, congregando em torno de si três correntes de ideias que, naquele então, apareceram...

Conversinha impublicável

A conversa telefônica entre o presidente Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru é espantosa por muitos motivos. Primeiro, claro, pelo teor. O que se ouve...