Quem acredita no que Bolsonaro disse na Cúpula do Clima?

Recentemente, Jair Bolsonaro enviou a Joe Biden uma carta em que contou lorotas e pediu dinheiro.

Agora, na abertura da Cúpula do Clima, repetiu as mesmas lorotas e novamente pediu dinheiro.

Entre as mentiras de antes e as mentiras de agora…

  • O superintendente da Polícia Federal no Amazonas comunicou ao STF que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, cometeu crime ambiental (crime, aliás, que todo mundo viu).
  • Em vez de demitir o ministro, notório entusiasta do desmatamento, Bolsonaro demitiu o superintendente da PF.
  • O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) anunciou que o desmatamento em março triplicou em relação a 2020 e é o mais alto dos últimos dez anos.
  • Funcionários do IBAMA enviaram ofício ao presidente do instituto dando conta de que a fiscalização está completamente paralisada porque uma nova norma criada por Salles torna o trabalho impossível.
  • Governadores de 24 estados entregaram ao embaixador americano uma carta propondo parcerias em busca do equilíbrio ambiental… e deixando claro que não é possível contar com o governo federal.
  • Artistas brasileiros enviaram carta a Biden pedindo que rejeite qualquer acordo com Bolsonaro até que o desmatamento seja reduzido no Brasil.

Para imaginar que Biden e outros líderes acreditarão em suas lorotas e lhe darão dinheiro, Bolsonaro teria que ser mais tolo do que os papalvos que lambem suas orelhas no cercadinho do Alvorada.

Mas nem mesmo Jair Bolsonaro é tão simplório: ele sabe que é praticamente impossível que algum líder estrangeiro acredite no que diz ou lhe dê um tostão furado.

As lorotas não são dirigidas aos líderes mundiais, mas aos pascácios que chamam o presidente de “mito” nas redes e exigem “tratamento precoce” — e que acreditam em tudo o que Bolsonaro diz. E que, como sempre, vão circular o besteirol no zap e insuflar a militância.

 

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Huck sedia encontro para tentar afastar Maia do PSD de Kassab – e de Lula

O apresentador Luciano Huck pode até não se candidatar à Presidência da República na eleição de 2022, mas já participa ativamente de articulações políticas...

A lógica do depoimento do representante da Pfizer

A empresa americana Pfizer deve declarar que fez contato com o governo Bolsonaro disponibilizando vacinas no início do segundo semestre de 2020. A carta divulgada...

Cresce o risco de um “apagão” nos serviços públicos federais

Não vai ter Censo, verbas para proteção ambiental, pesquisa, ciência e tecnologia foram cortadas à metade, 69 universidades federais prevêem redução ou paralisação total...

Frase do dia

Não foi isso o que o senhor disse à revista VEJA. Se ele mentiu à revista e a esta Comissão, eu vou requerer, na...

Nos quartéis, 2,9 mil festas durante a pandemia

“Temos confraternizações, o pessoal vai para uma atividade estressante, quando eles voltavam era feita uma confraternização. Hoje em dia isso é feito com a...