Quem é Paulo Maiurino, o novo chefe da Polícia Federal

O Delegado de Polícia Federal Paulo Gustavo Maiurino, anunciado nesta terça-feira, 6, como o novo Diretor Geral da Polícia Federal, faz parte de uma geração de delegados que mesclou experiência profissional com articulação, bom trânsito e a habilidade em outras áreas de governo, outras esferas administrativas e, também, outros poderes da República.

Maiurino iniciou sua carreira em janeiro de 1999, em região de fronteira, na delegacia da PF no Chuí, no Rio Grande do Sul, unidade que chefiou por quatro anos.

Do Chuí foi removido para uma superintendência regional de grande porte, a de São Paulo. E de lá para Brasília, onde assumiu a presidência do inquérito dos Correios, que deram origem à investigação do Mensalão, fazendo parte da – hoje célebre – equipe chefiada pelo Delegado Flavio Zampronha.

Depois disso foi lotado na Diretoria de Logística e na Interpol, ocasião em que foi selecionado para o FBI National Academy, em Quantico, Virginia.

Em seguida, Maiurino ocupou, em sequência, posições como Corregedor do DEPEN (no Ministério da Justiça), Assessor Especial da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, Secretário de Esportes do Governo Alckmin (em São Paulo), Subsecretário de Segurança Pública, também em São Paulo, já com o Márcio França no governo.

Teve igualmente uma passagem rápida pelo Rio, no governo Witzel, como membro do Conselho de Segurança Pública. As duas últimas missões do delegado Paulo Maiurino foram como Secretário de Segurança no Supremo Tribunal Federal e como Secretário de Segurança do Conselho da Justiça Federal.

A boa notícia é que Maiurino foi indicação do novo Ministro da Justiça, o também delegado Anderson Torres, que tem perfil semelhante, e faz parte da mesma linhagem do novo Diretor Geral da PF.

A Polícia Federal, para perseguir seus objetivos e cumprir a contento sua missão constitucional, enfrentando o enorme desafio de investigar poderosos, precisa de um gestor técnico, com bom trânsito nos tribunais superiores, com experiência, habilidade e, sobretudo, firmeza. Paulo Gustavo Maiurino tem as credenciais para obter sucesso no novo posto.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética do Senado

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) protocolou nesta segunda-feira, 12, uma representação contra o também senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) no Conselho de Ética da Casa....

Nunes Marques é sorteado relator de impeachment de Alexandre de Moraes

O ministro Nunes Marques, do STF (Supremo Tribunal Federal), foi sorteado nesta segunda-feira, 12, relator da ação protocolada pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que...

Atirador deixa ao menos um morto em escola nos EUA

Uma pessoa morreu e outra, um policial, ficou ferida após a ação de um atirador em uma escola em Knoxville, no estado americano do...

Bolsonarismo, conservadorismo e liberalismo (Por Denis Lerrer Rosenfield)

Jair Bolsonaro, em sua eleição, conseguiu encarnar a força do antilulopetismo, congregando em torno de si três correntes de ideias que, naquele então, apareceram...

Conversinha impublicável

A conversa telefônica entre o presidente Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru é espantosa por muitos motivos. Primeiro, claro, pelo teor. O que se ouve...