Relatora faz voto duro e mantém prisão de Silveira: ‘discurso de ódio’

Num voto contundente, a relatora Magda Mofatto (PL-RJ) se manifestou a favor da manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

Escolhida para relatar o caso na última hora, em substituição da Carlos Sampaio (PSDB-SP), Mofatto confirmou o inteiro teor da decisão de Alexandre de Moraes, confirmada pelo plenário do STF.

Ela repetiu trechos ditos por Silveira no vídeo com ataques ao STF, incluindo todos os palavrões e xingamentos.

A relatora classificou o conteúdo do vídeo como “propagação do ódio” e disse ser inaceitável defender a ditadura. Lembrou frase de Ulysses Guimarães que ditadores causam “ódio e nojo”.

Disse a relatora sobre os ataques do deputado aos ministros do tribunal:

“Ameaça é crime de toda forma. É inaceitável intimidar ministros do STF e a integridade física. É cristalina a intenção de criar animosidade entre as Forças Armadas e o Supremo. Foram palavras chulas”, disse a relatora no seu voto.

“A liberdade de expressão e a imunidade não alcançam a incitação a atentados contra autoridades públicas”.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Os oportunistas (por Gaudêncio Torquato)

Crise, no ideograma japonês, significa também oportunidade, de onde se extrai a ideia de que elas abrem novos caminhos, oferecem soluções criativas aos problemas....

O homem mau (por Mary Zaidan)

Jair Bolsonaro é um homem mau. Narcisista (que se acha um mito a ser admirado), psicopata (sem empatia com os outros) e “maquiavelista” (faz...

Lula lidera pesquisa sobre potencial de voto para presidente

Enquanto uma pesquisa de intenção de voto mostra como está a corrida eleitoral, a de potencial busca medir o piso e o teto de...

TSE quer aliado de Bolsonaro para desarmar discurso contra urna eletrônica

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Tribunal de Contas da União (TCU) desenharam nos últimos dias um conjunto de estratégias para lidar...

Bolsonaro, o arquiteto bem-sucedido do caos que o país vive

Na noite de 17 de março de 2019, em sua primeira viagem aos Estados Unidos como presidente da República, Jair Bolsonaro ofereceu um jantar...