Silveira aprende com Fabio Trad sobre família e ditadura

Na sessão do dia 19, Daniel Silveira pediu aos deputados que pensassem em sua família, que está sofrendo. (Se juízes levassem em conta as famílias dos réus, ninguém nunca mais seria condenado, mas, enfim.)

O deputado Fabio Trad pontuou que o deputado criminoso não pensou na família de Marielle quando quebrou a placa; não pensou na família do cidadão Edson Fachin quando o xingou e o ameaçou; não pensou na família do jornalista que agrediu.

Trad sabe algo sobre sofrimento de família: a ditadura que Silveira quer ver de volta ao poder prendeu arbitrariamente seu pai.

Silveira pediu aos deputados que fizessem o que ele mesmo não fez. Afinal, mesmo que não fosse preso, seu crime traria por consequência o sofrimento de sua família.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

O Brasil dança à beira do precipício

Felizmente, não deu certo. Mas Arthur Lira tentou aprovar, de roldão, a PEC da Impunidade — e chegou perto de conseguir. Mas o assunto não está...

ONU vê envolvimento de Putin em envenenamento de opositor

A Organização das Nações Unidas indicou que as provas encontradas no envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, apontam para um provável envolvimento...

“A democracia brasileira está sob ataque”, diz Fachin na OAB

O ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que “a democracia brasileira está sob ataque”. “Se vamos tratar...

Guedes e os idos de março

Na tragédia Julio Cesar, William Shakespeare descreve as intrigas, ambições e disputas de poder que cercam o general romano e o Senado em 44...

O que Bolsonaro quer

O Brasil se tornou um dos piores países do mundo para se estar durante a pandemia do coronavírus. Não apenas a mortalidade per capita...