“Só com diálogo será possível aprovar o orçamento”, diz presidente da CMO

A deputada Flavia Arruda, (PL-DF), que comanda a Comissão Mista de Orçamento (CMO), no Congresso, afirma que “essa CMO á atípica”. Ela também garante que terá autonomia, mas que “o espaço fiscal é muito pequeno”. Realmente, é atípica porque os parlamentares trabalharão contra o tempo, mas ela prevê que no fim de março o orçamento estará pronto para ser votado. “Isso só se consegue no diálogo”, disse à coluna.

“Essa CMO é atípica, como sabe. Demorou muito a ser instalada e o momento é muito difícil, de profunda escassez de recursos. Fizemos um cronograma apertadíssimo para tentarmos aprovar o orçamento até fim de março. O diálogo é o único caminho para um grande acordo suprapartidário capaz de nos ajudar aprovar esse orçamento em prazo tão exíguo”, afirmou Flávia Arruda.

Segundo a parlamentar, “o relator [senador Marcelo Bittar, MDB-AC] vem trabalhando há algum tempo e agora terá o auxílio dos subrelatores. A comissão tem autonomia, mas o espaço fiscal é realmente muito pequeno”.

A presidente da Comissão Mista de Orçamento explica também que iniciou um diálogo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a manutenção do auxílio emergencial. “Iniciamos um diálogo com o ministro Paulo Guedes e os técnicos da comissão estão trabalhando com os do governo numa alternativa que atenda essa necessidade, possa ser aprovada no congresso e não desorganize a economia. A PEC de guerra, como é conhecida, pode nos criar esse espaço de manobra”, admite a deputada.

Na avaliação da presidente da Comissão Mista do Orçamento, “pode haver uma forma de criar o auxílio com a PEC, mesmo antes do orçamento”. “Não estou dizendo que vai acontecer, mas é possível, desde que executivo e legislativo estejam de acordo”, finaliza.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

ONU vê envolvimento de Putin em envenenamento de opositor

A Organização das Nações Unidas indicou que as provas encontradas no envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, apontam para um provável envolvimento...

“A democracia brasileira está sob ataque”, diz Fachin na OAB

O ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que “a democracia brasileira está sob ataque”. “Se vamos tratar...

Guedes e os idos de março

Na tragédia Julio Cesar, William Shakespeare descreve as intrigas, ambições e disputas de poder que cercam o general romano e o Senado em 44...

O que Bolsonaro quer

O Brasil se tornou um dos piores países do mundo para se estar durante a pandemia do coronavírus. Não apenas a mortalidade per capita...

Curva de aprendizagem na Câmara (por Alon Feuerwerker)

E o novo comando da Câmara dos Deputados vai percorrendo sua curva de aprendizagem. Ela tem um formato de leves semelhanças com os trechos...