STF cala Bolsonaro

O deputado Daniel Silveira pretendia se valer da imunidade parlamentar para dar um toque de reunir a tropa dos radicais na provocação do Supremo Tribunal Federal, mas acabou criando um problema grande para o presidente Jair Bolsonaro que ficou pelas circunstâncias obrigado a se calar. Se falasse, voltaria a se indispor com o STF que não está para brincadeiras.

Com isso, Silveira ficou sem defesa “de cima”. Manifestaram-se a favor dele apenas alguns poucos deputados e a turma da internet. Ministros e até os filhos do presidente, sempre tão eloquentes, mantiveram silêncio, bem como a deputada Bia Kicis para não piorar a situação de rejeição à sua indicação para a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Ou seja, quem tinha consequências a medir ficou de boca fechada.

Ainda que a Câmara venha a recusar a prisão do deputado ou que se chegue a um meio termo optando-se, por exemplo, por uma medida cautelar, o recado do Supremo está dado: Há limite e este é o respeito à lei, aos preceitos da democracia.

Este tipo de alto lá tem o condão de evitar que situações aparentemente só inconsequentes cresçam ao ponto de se tornarem incontroláveis. Jair Bolsonaro quando deputado disse barbaridades, propôs o fuzilamento de Fernando Henrique e defendeu a tortura em Dilma Rousseff. Caso tivesse recebido um corretivo em regra a história do Brasil provavelmente seria outra.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Frase do dia

“A pior coisa é você não ter escolha. Ao não ter, permite o que aconteceu: a eleição do Bolsonaro. Teria sido melhor algum outro?...

Charge do Amarildo

Humor

Polícia trabalha com tese de complô de mandantes na morte de Marielle

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro está trabalhando com a tese de um possível complô entre intermediários e mandantes do duplo assassinato...

Paulo Guedes quer vacinação em massa; falta combinar com Bolsonaro 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que precisa haver vacinação em massa, agora que o país está à beira de mais um tombo...

‘Precisamos enfrentar os problemas’, diz Bolsonaro. Mas o problema é ele.

Em sua já histórica fala do “chega de mimimi e de frescura, vai chorar até quando?”, Bolsonaro afirmou que “precisamos enfrentar nossos problemas com...