Golpismo bolsonarista aproxima Brasil de Congo e Guatemala

O discurso golpista de Jair Bolsonaro no 7 de setembro não amedrontou o Congresso ou o STF, mas serviu para estressar o país a ponto de igualar os brasileiros a cidadãos de outras nações assoladas pelo atraso, como Congo e Guatemala.

Dados do Google sobre as buscas realizadas na plataforma, nas 24 horas seguintes ao discurso de Bolsonaro sobre Conselho da República, mostram que as consultas pelo tema subiram 4.300%.

Em segundo lugar na lista de termos mais aquecidos entre terça e quarta ficou “estado de sítio”. As consultas pelo termo cresceram 2.000%. Com o maior interesse dos brasileiros pelo assunto, o país ficou em terceiro lugar entre as nações que mais buscaram por estado de sítio em todo o mundo, ficando atrás somente do Congo e da Guatemala.

As buscas pela pergunta “o que é Conselho da República” cresceram 3.550% e a frase foi uma das dez dúvidas mais buscadas no Google no país.

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...