Lava-Jato ainda espera retomar investigação contra advogados da Fecomércio

A decisão do ministro Gilmar Mendes, do STF, de travar as investigações da Lava-Jato contra bancas de advocacia que estariam envolvidas em crimes delatados por Orlando Diniz, não mudou o roteiro dos investigadores do Rio.

A PGR prometeu recorrer da decisão de Mendes no Supremo. Se conseguir destravar as apurações, a Lava-Jato dará continuidade ao trabalho de perícia nos aparelhos de celular e em chips localizados com investigados.

A Lava-Jato ainda tentava quebrar sigilos desses celulares e chips quando a ordem de Mendes chegou. Os investigadores já localizaram o personagem que seria o carregador de malas do esquema dos advogados. Os dados armazenados no chip de celular dele geram muitas expectativas nos investigadores.

Ultimas notícias

Senador Romário é submetido a cirurgia em hospital do Rio

O ex-jogador de futebol senador Romário (PL-RJ) foi submetido, nesta quinta-feira, 9, a uma cirurgia, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em...

STF suspende novamente julgamento sobre terras indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu novamente o julgamento que analisa a validade da tese sobre o marco temporal para demarcações de terras indígenas....

Câmara aprova novo Código Eleitoral, mas exclui quarentena a juízes

O texto-base do novo código eleitoral em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado nesta quinta-feira, 9, pelo plenário da Casa por ampla maioria,...

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

Ter mais tempo livre não aumenta necessariamente o bem-estar

Ter muito tempo livre não é sinônimo de bem-estar. É o que dizem pesquisadores da Universidade da Pensilvânia em estudo publicado no Journal of...